[1]
Pizzanelli, M. 2015. Sobrerrastreamento ou prevenção em uma escala humana? Excesso de rastreamento. Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade. 10, 35 (jun. 2015), 1-7. DOI:https://doi.org/10.5712/rbmfc10(35)1068.