[1]
F. da S. Barbosa, J. C. de Oliveira, e C. D. Tesser, “Evidências sobre tratamentos clínicos conservadores para doença hemorroidária”, Rev Bras Med Fam Comunidade, vol. 9, nº 31, p. 149-158, dez. 2013.