Prevenção quaternária: primeiro não causar dano

Autores

  • Marc Jamoulle Departement Universitaire de Médecine Générale, Université de Liege, B elgique

DOI:

https://doi.org/10.5712/rbmfc10(35)1064

Palavras-chave:

Prevenção Quartenária, Cuidado, Redução de dano

Resumo

Em direção a um cuidado alicerçado na relação paciente-médico

A prevenção clínica, sob a influência da saúde pública, foi organizada de forma cronológica, desde
meados do século XX. No entanto, uma mudança de paradigma de uma ordem cronológica para
um padrão construtivista1 fundamentado em uma relação preventiva de atendimento, oferece novas
reflexões à prática dos médicos. Essa mudança de paradigma traz à tona o conceito de prevenção
quaternária, um olhar crítico sobre as atividades médicas, com ênfase na necessidade de não causar
danos. A prevenção quaternária aborda a questão principal do que se constitui como ‘muita’ ou
‘pouca’ medicina. Ela é a quarta forma de prevenção de doenças, e também a quarta etapa de ação
dos médicos de família (Figura 1).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Marc Jamoulle, Departement Universitaire de Médecine Générale, Université de Liege, B elgique

Family doctor, researcher in Primary care

Referências

Jamoulle M. Information et informatisation en médecine générale [Computer and computerisation in general practice]. In: Les informa-g-iciens. Presses Un. Namur, Belgium: Presses Universitaires de Namur; 1986:193–209.

Bentzen N. Wonca Dictionary of General/Family Practice. Maanedsskr. Copenhagen; 2003.

Jamoulle M. Quaternary prevention, an answer of family doctors to overmedicalization. Int J Health Policy Manag. 2015;4(2):61-64. http://dx.doi.org/10.15171/ijhpm.2015.24. PMid:25674569. PMCid:PMC4322627

Norman AH, Tesser CD. Prevenção quaternária na atenção primária à saúde: uma necessidade do Sistema Único de Saúde [Quaternary prevention in primary care: a necessity for the Brazilian Unified National Health System]. Cad Saúde Pública / Ministério Da Saúde, Fundação Oswaldo Cruz, Esc Nac Saúde Pública. 2009;25(9):2012–2020. Available at: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19750388

Kuehlein T, Sghedoni D, Visentin G, et al. Quaternary prevention: a task of the general practitioner. Prim Care 2010. 18:350–4. http://www.primary-care.ch/docs/primarycare/archiv/fr/2010/2010-18/2010-18-368_ELPS_engl.pdf

Jamoulle M, Tsoi G, Heath I, Mangin D, Pezeshki M, Pizzanelli Báez M. Quaternary prevention, addressing the limits of medical practice. Wonca world conference Prague 2013 Retrieved from http://www.ph3c.org/PH3C/docs/27/000322/0000469.pdf

Jamoulle M, & Roland M. Quaternary prevention. From Wonca world Hong Kong 1995 to Wonca world Prague 2013. In Wonca world conference Prague 2013 (Poster). Retrieved from http://www.ph3c.org/PH3C/docs/27/000284/0000435.pdf

Tsoi G. Quaternary prevention (editorial). Hong Kong Pract. 2014;36(June):49–50.

Silva AL, Mangin D, Pizzanelli M, Jamoulle M, Wagner HL, Silva DH et al. Manifesto de Curitiba: pela Prevenção Quaternária e por uma Medicina sem conflitos de interesse. Rev Bras Med Fam Comunidade. 2014;9(33):371-374. Disponível em http://dx.doi.org/10.5712/ rbmfc9(32)1006.

Publicado

2015-06-24

Como Citar

1.
Jamoulle M. Prevenção quaternária: primeiro não causar dano. Rev Bras Med Fam Comunidade [Internet]. 24º de junho de 2015 [citado 18º de maio de 2021];10(35):1-3. Disponível em: https://rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/1064