Aspectos da regulação em saúde na visão de equipes de saúde da família de um município de pequeno porte

Janise Braga Barros Ferreira, Daniela Cacilda Caldas, Luciane Loures dos Santos, Luciana Cisoto Ribeiro, Lucieli Dias Pedreschi Chaves

Resumo


Objetivos: Identificar a visão de equipes da Estratégia Saúde da Família acerca do processo de regulação em saúde e caracterizar seus instrumentos quanto ao conteúdo informacional e sua utilização pela equipe. Métodos: Estudo de caráter descritivo, quantitativo e apoiado em fontes primária e secundária de dados, realizado em um município de pequeno porte. Foi aplicado um questionário aos profissionais de equipes de saúde da família, em 2012, com conteúdo referente ao processo de regulação em saúde e analisadas características de completude e legibilidade de informações registradas nas guias de referência às especialidades médicas. Resultados: Os profissionais da saúde da família relataram incertezas sobre a proposta conceitual e operativa do sistema de regulação em saúde. Apenas 50% dos participantes conheciam todos os serviços especializados de referência da rede de saúde. Cerca de 70% informaram a existência de protocolos na rede e/ou nas unidades de saúde. Houve prejuízo na completude e na legibilidade de informações das guias de referência. Conclusão: Os achados da pesquisa ratificaram a estreita relação entre o processo regulatório assistencial e a gestão da informação, bem como a importância da participação do profissional da saúde da família no mecanismo de regulação em saúde.


Palavras-chave


Regulação e Fiscalização em Saúde. Gestão da Informação. Estratégia Saúde da Família. Cidades Pequenas.Protocolos Clínicos

Texto completo:

PDF/A

Referências


Castro ALB, Machado CV. A política de atenção primária à saúde no Brasil: notas sobre a regulação e o financiamento federal. Cad Saúde Pública. 2010;26(4):693-705. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2010000400012

Paim J, Travassos C, Almeida C, Bahia L, Macinko J. The Brazilian health system: history, advances, and challenges. Lancet. 2011;377(9779):1778-97. DOI: http://dx.doi.org/10.1016/S0140-6736(11)60054-8

Escorel S, Giovanella L, Mendonça MHM, Senna MCM. Programa de Saúde da Família e a construção de um novo modelo para a atenção básica no Brasil. Rev Panam Salud Publica. 2007;21(2-3):164-76. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1020-49892007000200011

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Política nacional de atenção básica. Brasília: Ministério da Saúde, 2007.

Ferreira JBB, Mishima SM, Santos JS, Forster AC, Ferraz CA. O complexo regulador da assistência à saúde na perspectiva de seus sujeitos operadores. Interface (Botucatu). 2010;14(33):345-58. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1414-32832010000200009

Ferri SMN, Ferreira JBB, Almeida EF, Santos JS. Protocolos clínicos e de regulação: motivações para elaboração e uso. In: Santos JS, ed. Protocolos clínicos e de regulação: acesso à rede de saúde. Rio de Janeiro: Elsevier; 2012. p. 9-21.

Calderon WR, Cornelsen JM, Pavezi N, Lopes MA. O processo de gestão documental e da informação arquivística no ambiente universitário. Ci Inf. 2004;33(3):97-104. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-19652004000300011

Saracevic T. Ciência da informação: origem, evolução e relações. Perspec Ci Inf. 1996;1(1):41-62.

Vilarins GCM, Shimizu HE, Gutierrez MMU. A regulação em saúde: aspectos conceituais e operacionais. Saúde Debate. 2012;36(95):640-7. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-11042012000400016

Seade. Fundação Sistema Estadual de Análise de dados. Perfil municipal - Jardinópolis. [Internet]. 2011. [citado 2011 Abr 10] Disponível em: http://produtos.seade.gov.br/produtos/perfil/perfilMunEstado.php

Brasil. Ministério da Saúde. Portaria nº 1.559, 1º de agosto de 2008. Institui a Política Nacional de Regulação do Sistema Único de Saúde - SUS. Brasília: Diário Oficial da União; 2008.

Vergara SC. Métodos de coleta de dados no campo. São Paulo: Atlas; 2009.

Tanaka OY, Melo C. Avaliação de programa de saúde do adolescente: um modo de fazer. São Paulo: EDUSP; 2001.

Cotta RMM, Schott M, Azeredo CM, Franceschini SCC, Priore SE, Dias G. Organização do trabalho e perfil dos profissionais do Programa Saúde da Família: um desafio na reestruturação da atenção básica em saúde. Epidemiol Serv Saúde. 2006;15(3):7-18. DOI: http://dx.doi.org/10.5123/S1679-49742006000300002

Starfield B. Atenção primaria: equilíbrio entre necessidades de saúde, serviços e tecnologia. Brasília: UNESCO, Ministério da Saúde; 2004. 726 p.

Werneck MAF, Faria HP, Campos KFC. Protocolos de cuidados à saúde e de organização do serviço [internet]. Belo Horizonte: Nescon/UFMG, Coopmed, 2009. [citado 2012 Nov 19]. Disponível em: http://rumosaude.com.br/content/data/files/files_contact_407/Guia%20para%20elabora%C3%A7%C3%A3o%20de%20protocolos.pdf

Santos JS. Protocolo para acesso aos serviços do Sistema Único de Saúde. In: Santos JS, ed. Protocolos clínicos e de regulação: acesso à rede de saúde. Rio de Janeiro: Elsevier; 2012. p. 3-7.

Serra CG, Rodrigues PHA. Avaliação da referência e contrarreferência no Programa Saúde da Família na Região Metropolitana do Rio de Janeiro (RJ, Brasil). Ciênc Saúde Coletiva. 2010;15(Supl 3):3579-86. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232010000900033

Giovanella L, Mendonça MHM, Almeida PF, Escorel S, Senna MCM, Fausto MCR, et al. Saúde da família: limites e possibilidades para uma abordagem integral de atenção primária à saúde no Brasil. Ciênc Saúde Coletiva. 2009;14(3):783-94. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232009000300014

Rocha RV. O papel da tecnologia no contexto da gestão do conhecimento: um estudo de caso aplicado numa empresa varejista [mba]. Porto Alegre: Universidade do Vale dos Sinos; 2010. [citado 2012 Nov 20]. Disponível em: http://docplayer.com.br/529961-O-papel-da-tecnologia-da-informacao-no-contexto-da-gestao-do-conhecimento-um-estudo-de-caso-aplicado-numa-empresa-varejista.html

Marchiori PZ. A ciência e a gestão da informação: compatibilidade no espaço profissional. Ci Inf. 2002;31(2):72-9. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-19652002000200008

Guimarães MP, Évora YDM. Sistema de informação: instrumento para a tomada de decisão no exercício da gerencia. Ci Inf. 2004;33(1):72-80. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-19652004000100009

Vitorino EV. Competência informacional: princípios para a formação contínua de profissionais da informação em bibliotecas universitárias. In: Anais do XV Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias [internet]; 2008 Nov 10-14; São Paulo, Brasil. [citado 2016 Dec 15]. Disponível em: http://www.sbu.unicamp.br/snbu2008/anais/site/pdfs/2698.pdf




DOI: https://doi.org/10.5712/rbmfc11(38)1188

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia