Avaliação da Qualidade em Saúde na Medicina de Familia e na Atenção Primária na Ibero-América

  • Maria Inez Padula Anderson
  • Macarena Moral
  • Marcela Cuadrado Segura
  • Thomas Meoño
  • Sergio Minué
  • Ricardo Donato
  • Lilia González
Palavras-chave: Qualidade em Saúde . Medicina de Família e Comunidade . Atenção Primária

Resumo

O objetivo deste estudo é contribuir para o aperfeiçoamento do conceito e dos processos relacionados à avaliação da qualidade na Atenção Primária à Saúde (APS), sob a perspectiva de Médicos de Família e Comunidade (FCM). O estudo foi realizado com base na leitura de textos, discussão em grupo de trabalho e uma pesquisa com a aplicação de um questionário semi-estruturado a MFC e outros profissionais provenientes de 19 países. Foram obtidas informações sobre os serviços de APS e das percepções sobre seus processos de avaliação, incluindo os relacionados à educação permanente, motivação e sobrecarga de trabalho. Os resultados sugerem que avaliar adequadamente e sistematicamente a qualidade da APS na Ibero-América ainda é processo muito incipiente. Além disso, com exceção de alguns países, não existe sequer uma APS universal com MFCs nas equipes de saúde. Por outro lado, se considerarmos os princípios e práticas de MFC parece ser uma limitação dos instrumentos utilizados para avaliar a qualidade em APS, Conclui-se que para alcançar uma avaliação de qualidade que possa ser condutora de uma melhoria contínua dos serviços de APS é necessário incluir indicadores relacionados aos conceitos e ferramentas da MFC. Um conceito de Qualidade na APS é proposto e são indicadas dimensões para ser incluídas nos processos de avaliação, considerando-se as competências da MFC.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

Declaración de Alma Ata, disponible en: http://www.paho.org/spanish/dd/pin/alma-ata_declaracion.htm

Haq C, Ventres W, Hunt V, Mull D; Thompson, R; Rivo, M; Johnson, P. Donde no hay médico de familia: el desarrollo de la medicina familiar en el mundo/Wherethereis no family doctor: thedevelopment of familypracticearoundtheworld. Boletín de la Oficina Sanitaria Panamericana (OSP);120(1):44-58, ene. 1996. http://hist.library.paho.org/Spanish/BOL/v120n1p44.

pdf

Anderson MIP. Rojas Armadillo ML. Taureaux Díaz N Cuba Fuentes MS. Cobertura Universal en Salud, Atención Primaria y Medicina Familiar, Rev Bras Med Fam Comunidade. Rio de Janeiro, 2016 Ene-Mar; 12(Suppl 1):4-30 disponible en: https://rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/1276)

HOWE, Amanda; ANDERSON, Maria Inez Padula; RIBEIRO, José Mendes e PINTO, Luiz Felipe. 450th anniversary of the city of

Rio de Janeiro: Primary Health Care Reform. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2016, vol.21, n.5 [citado 2016-08-20], pp.1324-

Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-81232016000501324&script=sci_arttext&tlng=en

J.R. Villalbí, M. Pasarín, I. Montaner, C. Cabezas, B. Starfield, et al. Evaluación de la atención primaria de salud, Aten Primaria

;31(6):382-5

García R.E. El concepto de calidad y su aplicación en Medicina, Rev. Med. Chile 2001; 129 (7).

Zurro AM; Gloria Jodar Solà GJ, Atención primaria de salud y atención familiar y comunitária -, Elsevier, 2011 - http://www.fmed.uba.ar/depto/medfam/bibliografia/Martin-Zurro.pdf

Gervas J, Gavilán E. JimenezL.Prevención cuaternaria: es posible (y deseable) una asistencia sanitaria menos dañina. AMF

;8(6):312-7http://amf-semfyc.com/web/downloader_articuloPDF.php?idart=994&id=No_todo_es_clinica(14).pdf

Pérez CM, Ortiz-Reyes RM, Llantá-Abreu MC, Peña-Fortes M, Infante-Ochoa I. La evaluación de la satisfacción en salud: un reto a la calidad. Revista Cubana de Salud Pública. 2008 dic;34(4):0-0). http://bvs.sld.cu/revistas/spu/vol34_4_08/spu13408.htm

Ministerio de Saúde de Brasil.Secretaría de Atención de Salud. Departamento de Atención Primaria. Salud más próxima de usted. Acceso y calidad programa nacional de mejora del acceso y la calidad de la atención primaria (PMAQ): manual instructivo, 2012 http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/salud_mas_proxima_usted_acesso.pdf

Starfield B. Atenção Primária: equilíbrio entre necessidades de saúde, serviços e tecnologia. Brasil. Ministério da Saúde, 2002.

Fracolli LAG; Pereira MF, Zequini NFR, Santos Mariana Souza; Kelly CV, ACC Almeida Instrumentos de avaliação da Atenção

Primária à Saúde: revisão de literatura e metassíntese. Ciênc. saúdecoletiva [Internet]. 2014 Dec [cited 2016 Apr 05]; 19(12):

-4860. Availablefrom: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232014001204851&lng=en.

DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1413-812320141912.00572014

Donabedian A. Evaluación de la calidad de la atención médica. En: OPS/OMS, editores. Investigaciones sobre servicios de salud: una antología. Washington D.C.:OPS/OMS;1992.p.382-404. (Publicación Científica; 534).

European Society for Quality and Safety in Family Practice (http://equip.dudal.com/)

Publicado
2016-10-29
Como Citar
Padula Anderson, M. I., Moral, M., Cuadrado Segura, M., Meoño, T., Minué, S., Donato, R., & González, L. (2016). Avaliação da Qualidade em Saúde na Medicina de Familia e na Atenção Primária na Ibero-América. Revista Brasileira De Medicina De Família E Comunidade, 11, 26-36. https://doi.org/10.5712/rbmfc11(0)1389