Médicos de Família e Cuidados Paliativos

Contribuições ao currículo baseado em competências

Palavras-chave: Cuidados Paliativos, Currículo, Educação Médica, Médicos de Família

Resumo

O panorama epidemiológico atual mostra um aumento de doenças crônicas ameaçadoras à vida, tornando os Cuidados Paliativos essenciais à prática médica, em todos os níveis de atenção. O papel do médico de família na atenção primária à sáude motivou a Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade a elaborar um currículo baseado em competências, que incluiu os Cuidados Paliativos. Ao analisar e discutir as competências em Cuidados Paliativos, os autores identificaram a necessidade de melhorias e propuseram competências novas e ampliadas. A revisão periódica do currículo deve contemplar as mudanças e avanços na prática do médico de família e atender às demandas de cuidado, incluindo levar Cuidados Paliativos a todos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Guilherme Gryschek, Faculdade de Ciências Médicas - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas, SP
Médico de Família e Comunidade pela SBMFC atuando no serviço de Atenção Primária da UNIMED Salto/Itu – SP com experiência de 6 anos na ESF; Sanitarista e Mestre em Saúde Coletiva pela FMB/UNESP; Período de doutorado sanduíche como bolsista CAPES no Palliative Care Institute of Liverpool, University of Liverpool – UK;
Erika Aguiar Lara Pereira, Pontifícia Universidade Católica (PUC), Goiânia, GO
Médica de Família e Comunidade pelo programa de residência em Medicina de Família e Comunidade da Santa Casa de Misericórdia de Goiânia, atuando na Atenção Primária como professora no curso de medicina da PUC Goiás, com experiência na ESF, atuação em Cuidados Paliativos na saúde suplementar e na educação médica desde 2012. Mestre em Imunologia Aplicada pela Universidade Federal de Uberlândia.
Gabriela Hidalgo, Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), São Paulo, SP
Graduada em Medicina pelo Centro Universitário São Camilo, Médica de Família e Comunidade pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e ano opcional da residência com área de atuação em Cuidados Paliativos com título pela Associação Médica Brasileira. Atua na Atenção Primária à Saúde da cidade de São Paulo, bairro Vila Carioca. Preceptora da residência em Medicina de Família e Comunidade e Técnica Administrativa em Educação do Departamento de Medicina Preventiva/UNIFESP. Mestre em Educação Médica (Tema principal: Currículo Baseado em Competências para Medicina de Família e Comunidade).

Referências

Marinho F, de Azeredo Passos VM, Carvalho Malta D, Barboza França E, Abreu DMX, Araújo VEM, et al. Burden of disease in Brazil, 1990-2016: a systematic subnational analysis for the Global Burden of Disease Study 2016. Lancet [Internet]. 2018 [acesso 2018 Dec 14];392(10149):760-75. Disponível em: https://www.thelancet.com/journals/lancet/article/PIIS0140-6736(18)31221-2/fulltext#%20

Schramm JMA, Oliveira AF, Leite IC, Valente JG, Gadelha AMJ, Portela MC, et al. Transição epidemiológica e o estudo de carga de doença no Brasil. Ciênc Saúde Coletiva [Internet]. 2004 [acesso 2018 Dez 14];9(4):897-908. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v9n4/a11v9n4.pdf

Schmidt MI, Duncan BB, Azevedo e Silva G, Menezes AM, Monteiro CA, Barreto SM, et al. Chronic non-communicable diseases in Brazil: burden and current challenges. Lancet [Internet]. 2011 Jan [acesso 2018 Dez 14];377(9781):1949-61. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21561658

Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade. Currículo Baseado em Competências para Medicina de Família e Comunidade. Currículo Baseado em Competências. Rio de Janeiro: Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade; 2015. p. 1-69.

Connor SR, Sepulveda Bermedo MC, eds. Global atlas of palliative care at the end of life. [Internet]. London: World Palliative Care Alliance; 2014. 111 p. Disponível em: http://www.who.int/nmh/Global_Atlas_of_Palliative_Care.pdf

Análise Situacional e Recomendações para Estruturação de Programas de Cuidados Paliativos no Brasil. São Paulo: Academia Nacional de Cuidados Paliativos; 2018.

Murray S, Line D. The 2015 Quality of Death Index: Ranking palliative care across the world. London: The Economist - Intelligence Unit; 2015. 71 p.

Gamondi C, Larkin P, Payne S. Core competencies in palliative care: an EAPC White Paper on palliative care education - part 1. Eur J Palliat Care. 2013;20(2):86-114.

UptoDate. Schenker Y, Quill TE. Primary palliative care [Internet]. [acesso 2018 Dez 14]. Disponível em: https://www.uptodate.com/contents/primary-palliative-care

Caldas GHO, Moreira SNT, Vilar MJ. Palliative care: A proposal for undergraduate education in Medicine. Rev Bras Geriatr Gerontol [Internet]. 2018 Jun [acesso 2018 Dez 12];21(3):261-71. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232018000300261&lng=en&tlng=en

Hermes RH, Lamarca ICA. Cuidados paliativos: uma abordagem a partir das categorias profissionais de saúde. Ciênc Saúde Coletiva [Internet]. 2013 [acesso 2018 Dez 14];18(9):2577-88. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v18n9/v18n9a12.pdf

Oliveira JR, Ferreira AC, Rezende NA. Ensino de Bioética e Cuidados Paliativos nas Escolas Médicas do Brasil. Rev Bras Educ Médica [Internet]. 2013 [acesso 2018 Dez 12];37(2):285-90. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbem/v37n2/17.pdf

Franco CAGS, Cubas MR, Franco RS. The Medicine Curriculum and Competences Proposed for Curriculum Guidelines. Rev Bras Educ Médica [Internet]. 2014 [acesso 2018 Dez 14];38(2):221-30. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbem/v38n2/a09v38n2.pdf

Temel JS, Greer JA, Muzikansky A, Gallagher ER, Admane S, Jackson VA, et al. Early Palliative Care for Patients with Metastatic Non-Small-Cell Lung Cancer. N Engl J Med [Internet]. 2010 [acesso 2018 Dez 14];363:733-42. Disponível em: https://www.nejm.org/doi/pdf/10.1056/NEJMoa1000678

Zimmermann C, Swami N, Krzyzanowska M, Hannon B, Leighl N, Oza A, et al. Early palliative care for patients with advanced cancer: A cluster-randomised controlled trial. Lancet [Internet]. 2014 May [acesso 2018 Dez 14];383(9930):1721-30. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24559581

Andrade CG, Costa SFG, Lopes MEL. Cuidados paliativos: a comunicação como estratégia de cuidado para o paciente em fase terminal. Ciênc Saúde Coletiva [Internet]. 2013 Set [acesso 2018 Dez 12];18(9):2523-30. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232013000900006&lng=pt&tlng=pt

Kellehear A. Compassionate communities: end-of-life care as everyone’s responsibility. QJM. 2013;106(12):1071-5.

Costa LB, Esteche FF, Augusto Filho RF, Bomfim ALB, Ribeiro MTAM. Competências e Atividades Profissionais Confiáveis: novos paradigmas na elaboração de uma Matriz Curricular para Residência em Medicina de Família e Comunidade. Rev Bras Med Fam Comunidade [Internet]. 2018;13(40):1-11. Disponível em: https://rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/1632

Savassi LCM, Melo CGL, Gonçalves DA, Oliveira DOPS, Lopes HR, Fregonezi RLH, et al. Proposta de residência em Atenção Domiciliar como área de atuação. Rev Bras Med Fam Comunidade [Internet]. 2018;13(40):1-13. Disponível em: https://www.rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/1599

Nunes MI, Anjos MF. Diretivas antecipadas de vontade: benefícios, obstáculos e limites. Rev Bioét [Internet]. 2014 Maio/Aug [acesso 2019 Fev 19];22(2):241-51. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1983-80422014222005

Publicado
2020-03-02
Como Citar
Gryschek, G., Pereira, E. A. L., & Hidalgo, G. (2020). Médicos de Família e Cuidados Paliativos: Contribuições ao currículo baseado em competências. Revista Brasileira De Medicina De Família E Comunidade, 15(42), 2012. https://doi.org/10.5712/rbmfc15(42)2012
Seção
Perspectivas