Considerações atuais sobre gravidez na adolescência

Camila Cristina Manfré, Sara Gomes de Queiróz, Ângelo do Carmo Silva Matthes

Resumo


A gravidez na adolescência vem adquirindo proporções significativas. Estima-se que de 20 a 25% do total de gestantes no Brasil sejam adolescentes, ou seja, em média, há uma adolescente entre cada cinco mulheres grávidas. O presente trabalho buscou, por meio de uma análise da literatura atual, levantar os principais aspectos que envolvem a gravidez na adolescência, bem como suas consequências na vida da adolescente, de seu filho e no meio social em que vive. Foi possível concluir que a atuação dos profissionais de saúde, pais e educadores mostra-se fundamental na construção do conhecimento sobre sexualidade dos adolescentes. A aplicação desse conhecimento é uma forma de prevenir a gravidez na adolescência, evitando que o futuro da adolescente e do seu filho seja comprometido.


Palavras-chave


Gravidez na Adolescência; Educação em Saúde; Anticoncepção; Adolescência

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5712/rbmfc5(17)205

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2014 Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade



 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia