Perfil dos idosos em uma área de abrangência da Estratégia Saúde da Família

Adriano Luiz da Costa Farinasso

Resumo


O envelhecimento saudável, com vistas à manutenção da capacidade funcional, deve ser o foco das políticas sociais e de saúde para os idosos. Neste contexto, a instrumentalização das equipes de saúde da família para atender esta emergente parcela populacional deve ser vista como primordial para a consolidação do sistema formal de apoio ao idoso. Assim, este estudo objetivou caracterizar um grupo de idosos velhos (75 anos e mais de idade), residentes na área de abrangência da Estratégia de Saúde da Família (ESF) do município de Jandaia do Sul-PR, quanto ao perfil sóciodemográfico e de saúde. A amostra estudada foi obtida pelo sorteio aleatório de 20% da população de idosos com 75 anos e mais de idade, residentes na zona urbana de abrangência da ESF. A coleta foi realizada no domicílio dos idosos utilizando uma adaptação do Older Americans Resources and Services (OARS). Foram estudados 86 idosos com média de idade de 82,02 anos; 51,2% eram do sexo feminino; a média de filhos foi de 5,71; 39,5% eram analfabetos e 39,4% trabalhavam em atividades relacionadas à agricultura. Em relação à saúde, 77,9% eram independentes; 83,7% autoavaliaram a saúde entre .regular. e .boa.; 76,7% apresentavam co-morbidades e, a principal rede de apoio relatada foram os filhos. O estudo revelou a importância da adoção de medidas preventivas e promocionais de saúde pelas equipes de saúde da família, na garantia de apoio formal para o idoso e sua família.


Palavras-chave


Saúde do idoso; saúde da família; Perfil de saúde

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5712/rbmfc3(11)343

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2014 Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade



 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia