Prevalência de tabagismo e morbimortalidade por câncer de pulmão nos estados brasileiros

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5712/rbmfc19(46)3598

Palavras-chave:

Neoplasias Pulmonares, Tabagismo, Produtos do Tabaco, Carcinógenos.

Resumo

Introdução: O câncer de pulmão é uma doença grave, sendo a segunda maior causa de morte em todo o mundo, entretanto, em alguns países desenvolvidos, tornou-se já a primeira causa de morte. Cerca de 90% dos casos de neoplasia pulmonares são causados pela inalação da fumaça do cigarro. Objetivo: Correlacionar a prevalência de tabagismo e morbimortalidade por câncer de pulmão nos estados brasileiros, além de demonstrar a associação destes com sexo e faixa etária. Métodos: Estudo de caráter ecológico acerca da prevalência de tabagismo e morbimortalidade por câncer de pulmão nos estados brasileiros, nos períodos de 2013 e 2019, dividida por sexo e faixa etária. Foram utilizados bancos de coleta de dados como o Tabnet e Pesquisa Nacional de Saúde. Resultados: As maiores taxas de mortalidade e internações hospitalares foram do público masculino, em 2013, com taxa de 2,7 e 10, respectivamente, e em 2019 com 3,3 e 11,9, respectivamente. Ademais, a maior prevalência de tabagismo foi encontrada nos homens; entretanto seu índice tem caído, enquanto a quantidade de mulheres tabagistas tem aumentado. A Região Sul demonstrou maiores números de mortalidade em ambos os períodos estudados, com taxas de 4,9 e 5,8 por 100 mil habitantes, e morbidade hospitalar com 19,9 e 23,5 por 100 mil habitantes. Já a Região Norte se configurou com as menores prevalências: em 2013 apresentou taxa de óbito por câncer de pulmão de 1,0 e morbidade hospitalar de 3,5/100 mil habitantes, em 2019 apresentou taxa de mortalidade de 4,6 e internações de 1,6/100 mil habitantes. Os coeficientes de correlação de morbidade hospitalar e prevalência de tabagismo foram R2=0,0628, r=0,251 e p=0,042, enquanto os de mortalidade e prevalência de tabagismo foram R2=0,0337, r=0,183 e p=0,140. Conclusões: Na presente pesquisa, pode-se inferir que houve associação positiva na comparação entre taxa de morbidade hospitalar e prevalência de tabagismo; em contrapartida, não foi possível observar associação positiva na correlação da taxa de mortalidade por câncer de pulmão e prevalência de tabagismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Silvya de Freitas Nunes, Universidade do Sul de Santa Catarina – Tubarão (SC), Brasil.

Acadêmica do curso de medicina da Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL), Tubarão/SC. Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/3929023547947529. 

Kelser de Souza Kock, Universidade do Sul de Santa Catarina – Tubarão (SC), Brasil.

Doutor em Ciências Médicas. Professor do Curso de Medicina da Universidade do Sul de Santa Catarina, Tubarão/SC. Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/9625664953534164.

Referências

Instituto Nacional de Câncer (INCA). Estatísticas de câncer [Internet]. [acessado em 02 dez. 2021]. Disponível em: https://www.inca.gov.br/numeros-de-cancer.

Proctor RN. The history of the discovery of the cigarette–lung cancer link: evidentiary traditions, corporate denial, global toll. Tob Control 2012;21(2):87-91. https://doi.org/10.1136/tobaccocontrol-2011-050338 DOI: https://doi.org/10.1136/tobaccocontrol-2011-050338

Berto SJP, Carvalhaes MABL, Moura ECD. Tabagismo associado a outros fatores comportamentais de risco de doenças e agravos crônicos não transmissíveis. Cad Saúde Pública 2010;1573-1582. https://doi.org/10.1590/S0102-311X2010000800011 DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-311X2010000800011

Loeb LA. Tobacco causes human cancers-a concept founded on epidemiology and an insightful experiment now requires translation worldwide [Internet]. 2016 [acessado em 29 nov. 2021]; Disponível em: www.aacrjournals.org. DOI: https://doi.org/10.1158/0008-5472.CAN-16-0149

Borhani NO. Primary prevention of coronary heart disease: a critique. Am J Cardiol 1977;40(2):251-259. https://doi.org/10.1016/0002-9149(77)90016-9. DOI: https://doi.org/10.1016/0002-9149(77)90016-9

Barta JA, Powell CA, Wisnivesky JP. Global Epidemiology of Lung Cancer. Ann Glob Health 2019;85(1):8. https://doi.org/10.5334/aogh.2419 DOI: https://doi.org/10.5334/aogh.2419

Instituto Nacional de Câncer (INCA). Tipos de câncer [Internet]. [acessado em 13 out. 2021]. Disponível em: https://www.inca.gov.br/tipos-de-cancer/cancer-de-pulmao

Algranti E, Menezes AMB, Achutti AC. Lung cancer in Brazil. Semin Oncol 2001;28(2):143-52. https://doi.org/10.1016/s0093-7754(01)90085-5 DOI: https://doi.org/10.1053/sonc.2001.21955

World Health Organization. Global status report on noncommunicable diseases. World Heal Organ 2010;53(9):1689-9. ISBN: 9789241564229

Reitsma MB, Flor LS, Mullany EC, Gupta V, Hay SI, Gakidou E. Spatial, temporal, and demographic patterns in prevalence of smoking tobacco use and initiation among young people in 204 countries and territories, 1990–2019. Lancet Public Heal 2021;6(7):e472-81. https://doi.org/10.1016/S2468-2667(21)00102-X DOI: https://doi.org/10.1016/S2468-2667(21)00102-X

de São José BP, de Amorim Corrêa R, Malta DC, de Azeredo Passos VM, França EB, Teixeira RA, et al. Mortalidade e incapacidade por doenças relacionadas à exposição ao tabaco no Brasil, 1990 a 2015. Rev Bras Epidemiol 2017;20(Suppl 1):75-89. https://doi.org/10.1590/1980-5497201700050007 DOI: https://doi.org/10.1590/1980-5497201700050007

Instituto Nacional de Câncer (INCA). Estimativa 2020 [Internet]. [acessado em 25 out. 2021]. Disponível em: https://www.inca.gov.br/sites/ufu.sti.inca.local/files/media/document/estimativa-2020-incidencia-de-cancer-no-brasil.pdf.

Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) O que é PNS? [Internet]. [acessado em 02 dez. 2021]. Disponível em: https://www.pns.icict.fiocruz.br/.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). PNS - Pesquisa Nacional de Saúde [Internet]. 2019 [acessado em 06 dez. 2021]. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/estatisticas/sociais/saude/9160-pesquisa-nacional-de-saude.html?edicao=29270&t=resultados.

TabNet Win32 3.0: Morbidade Hospitalar do SUS - por local de internação - Brasil [Internet]. [acessado em 06 dez. 2021]. Disponível em: http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/deftohtm.exe?sih/cnv/niuf.def.

TabNet Win32 3.0: Mortalidade - Brasil [Internet]. [acessado em 06 dez. 2021]. Disponível em: http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/tabcgi.exe?sim/cnv/obt10uf.def.

TabNet Win32 3.0: Morbidade Hospitalar do SUS - por local de internação - Brasil [Internet]. [acessado em 09 dez. 2021]. Disponível em: http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/tabcgi.exe?sih/cnv/niuf.def.

Ali HA. Prevalência de câncer na região sul do brasil: principais fatores determinantes e condicionantes. Foz do Iguaçu: Faculdade União das Américas – Uniamérica [Internet]. 2010 [acessado em 09 dez. 2021]. Disponível em: https://pleiade.uniamerica.br/index.php/bibliotecadigital/article/view/473.

Oliveira MMD, Malta DC, Guauche H, Moura LD, Silva GA. Estimativa de pessoas com diagnóstico de câncer no Brasil: dados da Pesquisa Nacional de Saúde, 2013 Rev Bras Epidemiol 2015;18:146-57. https://doi.org/10.1590/1980-5497201500060013 DOI: https://doi.org/10.1590/1980-5497201500060013

Bade BC, Dela Cruz CS. Lung Cancer 2020. Clin Chest Med 2020;41(1);1-24. https://doi.org/10.1016/j.ccm.2019.10.001 DOI: https://doi.org/10.1016/j.ccm.2019.10.001

Silva JAG. Estimativa, I. N. C. A. (2020). Incidência de Câncer no Brasil [Internet]. 2020 [acessado em 14 dez. 2021]; 2019. Disponível em: https://www.inca.gov.br/sites/ufu.sti.inca.local/files/media/document/estimativa-2020-incidencia-de-cancer-no-brasil.pdf

Torre LA, Siegel RL, Jemal A. Lung cancer statistics. In: Ahmad A, Gadgeel S, eds. Lung cancer and personalized medicine [Internet]. 2016. p. 1-19 [acessado em 16 dez. 2021]. Disponível em: https://sci-hub.se/10.1007/978-3-319-24223-1_1. DOI: 10.1007/978-3-319-24223-1_1. DOI: https://doi.org/10.1007/978-3-319-24223-1_1

Bialous SA, Sarna, L. Lung cancer and tobacco: What is new? Nurs Clin North Am 2017;52(1):53-63. https://doi.org/10.1016/j.cnur.2016.10.003 DOI: https://doi.org/10.1016/j.cnur.2016.10.003

Bertolini DNP, Simonetti JP. O gênero masculino e os cuidados de saúde: a experiência de homens de um centro de saúde. Esc Anna Nery 2014;18(4):722-7. https://doi.org/10.5935/1414-8145.20140103 DOI: https://doi.org/10.5935/1414-8145.20140103

Tolwin Y, Gillis R, Peled N. Gender and lung cancer—seer-based analysis. Ann Epidemiol 2020;46:14-19. https://doi.org/10.1016/j.annepidem.2020.04.003 DOI: https://doi.org/10.1016/j.annepidem.2020.04.003

Malhotra J, Malvezzi M, Negri E, La Vecchia C, Boffetta P. Risk factors for lung cancer worldwide. Eur Respir J 2016;48(3):889-902. https://doi.org/10.1183/13993003.00359-2016 DOI: https://doi.org/10.1183/13993003.00359-2016

Curado MP, de Souza DLB. Cancer burden in Latin America and the Caribbean. Ann Glob Health 2014;80(5):370-7. https://doi.org/10.1016/j.aogh.2014.09.009 DOI: https://doi.org/10.1016/j.aogh.2014.09.009

de Souza MC, Giunta DH, Szklo AS, de Almeida LM, Szklo M. The tobacco epidemic curve in Brazil: Where are we going? Cancer Epidemiol 2020:67:101736. https://doi.org/10.1016/j.canep.2020.101736 DOI: https://doi.org/10.1016/j.canep.2020.101736

Cruz CSD, Tanoue LT, Matthay RA. Lung cancer: epidemiology, etiology, and prevention. Clin Chest Med 2011;32(4):605-44. https://doi.org/10.1016/j.ccm.2011.09.001 DOI: https://doi.org/10.1016/j.ccm.2011.09.001

Camargos MCS, Gonzaga MR. Viver mais e melhor? Estimativas de expectativa de vida saudável para a população brasileira. Cad Saúde Pública 2015;31(7):1460-72. https://doi.org/10.1590/0102-311X00128914 DOI: https://doi.org/10.1590/0102-311X00128914

Araujo LH, Baldotto C, Castro Jr G de, Katz A, Ferreira CG, Mathias C, et al. Lung cancer in Brazil. J Bras Pneumol 2018;44(1):55-64. https://doi.org/10.1590/S1806-37562017000000135 DOI: https://doi.org/10.1590/s1806-37562017000000135

Barros AJD, Cascaes AM, Wehrmeister FC, Martínez-Mesa J, Menezes AMB. Tabagismo no Brasil: desigualdades regionais e prevalência segundo características ocupacionais. Ciênc Saúde Coletiva 2011;16(9):3707-16. https://doi.org/10.1590/S1413-81232011001000008 DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-81232011001000008

Vollset SE, Tverdal A, Gjessing HK. Smoking and deaths between 40 and 70 years of age in women and men. Ann Intern Med 2006;144(6):381-9. https://doi.org/10.7326/0003-4819-144-6-200603210-00004 DOI: https://doi.org/10.7326/0003-4819-144-6-200603210-00004

Brown CC, Chu KC. Use of multistage models to infer stage affected by carcinogenic exposure: example of lung cancer and cigarette smoking. J Chronic Dis 1987;40:171S-179S. https://doi.org/10.1016/s0021-9681(87)80020-6. DOI: https://doi.org/10.1016/S0021-9681(87)80020-6

Zamboni M. Epidemiologia do câncer do pulmão. J Pneumologia 2002;28(1):41-7. https://doi.org/10.1590/S0102-35862002000100008 DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-35862002000100008

Publicado

2024-04-18

Como Citar

1.
Nunes S de F, Kock K de S. Prevalência de tabagismo e morbimortalidade por câncer de pulmão nos estados brasileiros. Rev Bras Med Fam Comunidade [Internet]. 18º de abril de 2024 [citado 19º de junho de 2024];19(46):3598. Disponível em: https://rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/3598

Edição

Seção

Artigos de Pesquisa

Plaudit