Prevalência de retinopatia diabética em pacientes atendidos pela Estratégia Saúde da Família no município de Ananindeua - PA

  • Dyndara Rodrigues Pedrosa Universidade Federal do Pará - UFPA
  • Emanuelle Oliveira Lemos Universidade Federal do Pará - UFPA
  • Débora Cristina de Abreu Gonçalves Universidade Federal do Pará - UFPA
  • Perla Suely Gaia Raniéri Universidade Federal do Pará - UFPA
  • Carla Andréa Avelar Pires Universidade Federal do Pará - UFPA
  • Valter Resende de Paiva Universidade Federal do Pará - UFPA
Palavras-chave: Retinopatia Diabética, Diabetes Mellitus, Estratégia Saúde da Família

Resumo

Objetivo: Identificar a prevalência de retinopatia diabética (RD) em pacientes atendidos pela Estratégia Saúde da Família (ESF) de Ananindeua, Pará. Métodos: Este é um estudo do tipo seccional com 40 pacientes portadores de Diabetes Mellitus (DM) cadastrados no programa HIPERDIA e assistidos pela ESF de Ananindeua. Os selecionados foram submetidos a um questionário padronizado domiciliar e responderam questões quanto ao conhecimento, evolução e complicações do DM e da RD, além de dados socioeconômicos. Na etapa seguinte, um médico oftalmologista voluntário realizou fundoscopia e detectou os portadores da RD que, em seguida, foram encaminhados para um centro especializado para receber o tratamento específico. Desses pacientes, 9 foram excluídos da pesquisa por não comparecerem na unidade para realizar a fundoscopia. Resultados: A prevalência de RD encontrada foi de 40,7%, sendo que 4 pacientes tiveram sua análise prejudicada devido à presença de catarata, portanto só foi possível fazer avaliação em 27. Fatores associados com RD, após análise das variáveis, foram: tempo de conhecimento do diagnóstico de ser portador de DM, tipo de DM e RD não proliferativa. Conclusão: Este estudo piloto ressalta a importância da atenção primária no acompanhamento dos pacientes diabéticos, e da orientação aos servidores da saúde pública quanto à necessidade do encaminhamento periódico dos diabéticos ao oftalmologista.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Dyndara Rodrigues Pedrosa, Universidade Federal do Pará - UFPA
Acadêmica do 3º ano da graduação em Medicina e bolsista da Universidade Federal do Pará UFPA, Belém, Pará.
Emanuelle Oliveira Lemos, Universidade Federal do Pará - UFPA
Acadêmica do 3º ano da graduação em Medicina e bolsista da Universidade Federal do Pará UFPA, Belém, Pará.
Débora Cristina de Abreu Gonçalves, Universidade Federal do Pará - UFPA

Acadêmica do 4º ano da graduação em Nutrição da Universidade Federal do Pará, UFPA, Belém, Pará.

Perla Suely Gaia Raniéri, Universidade Federal do Pará - UFPA

Graduada na Faculdade de Enfermagem-UFPA e preceptora do Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde (PET- Saúde) - UFPA/Ananindeua, Pará.

Carla Andréa Avelar Pires, Universidade Federal do Pará - UFPA

Docente da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Pará (UFPA) e coordenadora do PET Saúde UFPA/Ananindeua, Pará.

Valter Resende de Paiva, Universidade Federal do Pará - UFPA

Médico, oftalmologista voluntário do PET Saúde UFPA/Ananindeua, Pará.

Referências

Grillo MFF, Gorini MIPC. Caracterização de pessoas com Diabetes Mellitus Tipo 2. Rev Bras Enferm. 2007; 60(1): 49-54. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71672007000100009

Bosco A, Lerário AC, Soriano D, Santos RF, Massote P, Galvão D, et al. Retinopatia Diabética. Arq Bras Endocrinol Metab. 2005; 49(2): 60-62. PMid:16544035.

Maia Júnior OO, Marback RF, Bonanomi MTB, Takahashi WY, Kara-José N. Avaliação oftalmologia tardia em pacientes com retinopatia diabética. Rev Assoc Med Bras. 2007; 53(1): 39-43. PMid:17420892.

Lisboa HRK. Relação entre retinopatia diabética e dermopatia diabética em pacientesportadores de diabetes mellitus tipo 2. Rev Bras Oftalmol. 2008; 67(6): 297-300. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-72802008000600006

Boelter MC, Azevedo MJ, Gross JL, Lavinsky J. Fatores de risco para retinopatia diabética. Arq Bras Oftalmol. 2003; 66(2): 239-247. http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492003000200024

Isaac DC, Ávila MP. Condições da retinopatia diabética no Brasil. Rev SBRV. 2009; 10(2): 04-10.

Vasconcellos AMM. Uma análise do processo de implantação dos centros de referência para o tratamento da retinopatia diabética na Rede de Serviços do Sistema Único de Saúde do Brasil. [Dissertação]. Rio de Janeiro: Instituto de Medicina Social, Universidade do Estado do Rio de Janeiro; 2002.

Garcia CAA, Gomes AHB, Nunes IM, Oliveira TL, Monteiro J. Incidência e fatores de risco da retinopatia diabética em pacientes do Hospital Universitário Onofre Lopes, Natal-RN. Arq Bras Oftalmol. 2003; 66(3): 355-358. http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492003000300018

Souza AR, Moreira AL. Serviço de fisiologia. Desenvolvido pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, 2006-2007. Observação do fundo ocular. [acesso em 2011 nov. 15]. Disponível em: www.fisiologia.med.up.pt.

Santos ICRV, Carvalho EF, Souza WV, Medeiros MCWC, Nóbrega MGL, Lima PMS. Complicações crônicas dos diabéticos tipo 2 atendidos nas Unidades de Saúde da Família - PE. Arq Bras Saúde Matern Infant. 2008; 8(4): 427-433.

Pereira DS. Prevalência da retinopatia diabética no Ambulatório de Endocrinologia Pediátrica da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Arq Bras Oftalmol. 2004; 67: 111-114. http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492004000100020

Esteves J, Laranjeira AF, Roggia MF, Dalpizol M, Scocco C, Kramer CK, et al. Fatores de risco para retinopatia diabética. Arq Bras Endocrinol Metab. 2008; 52(3): 431-441. PMid:18506268.

Publicado
2012-06-30
Como Citar
Pedrosa, D. R., Lemos, E. O., Gonçalves, D. C. de A., Raniéri, P. S. G., Pires, C. A. A., & Paiva, V. R. de. (2012). Prevalência de retinopatia diabética em pacientes atendidos pela Estratégia Saúde da Família no município de Ananindeua - PA. Revista Brasileira De Medicina De Família E Comunidade, 8(26), 58-63. https://doi.org/10.5712/rbmfc8(26)394
Seção
COMUNICAÇÕES BREVES