Medicinas alternativas e holísticas e a política nacional de práticas integrativas e complementares em saúde- desafios da atualidade

Autores

  • Adriana de Freitas Velloso Programa de Pós-Graduação IBICT/UFRJ

DOI:

https://doi.org/10.5712/rbmfc7(1)506

Palavras-chave:

Medicinas Alternativas, Medicinas Holísticas, SUS

Resumo

As terapias alternativas e holísticas integraram o movimento contra cultural iniciado na década de 60. Impulsionadas pelas transformações sociais da época, inaugurou-se  no campo da saúde do Ocidente, um período de convivência de diversas culturas de saúde.Nos anos 80, intensificou-se a demanda por formas não convencionais de consumo de bens e serviços de saúde, entre eles a homeopatia, fitoterapia e práticas da medicina chinesa, mais especificamente a acupuntura. Havia uma nova sensibilidade cultural que buscou fundar, entre outras propostas, uma inédita postura de promoção de saúde, diferenciada do preventivismo médico até então vigente. Nascia um novo paradigma no campo da saúde, cujo objeto e objetivos eram distintos do tradicional combate às doenças. A existência desse movimento social, aliado às lacunas deixadas pela medicina científica contemporânea no atendimento às demandas de saúde da população, levou à institucionalização das práticas integrativas e complementares, uma trajetória que levou em 2006 à publicação da portaria n° 971 que define a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) no SUS. Nesta apresentação propomos discutir os desafios atuais para a disseminação das PICs no SUS e, em especial,nos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF), onde estão oficialmente inseridas, na perspectiva do movimento cultural original, da promoção da saúde e de suas novas bases paradigmáticas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

2012-06-22

Como Citar

1.
Velloso A de F. Medicinas alternativas e holísticas e a política nacional de práticas integrativas e complementares em saúde- desafios da atualidade. Rev Bras Med Fam Comunidade [Internet]. 22º de junho de 2012 [citado 22º de janeiro de 2022];7(1):5. Disponível em: https://rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/506

Edição

Seção

Práticas Integrativas e Complementares implementadas na área da saúde. Mediadora Profa. Dra. Luiza Hiromi Tanaka

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.