Práticas Contemplativas nas Escolas Públicas

Vivi Tuppy

Resumo


A prática Atencional do Centramento, faz parte do Programa Educadores da Paz que acontece há 9 anos na Diretoria Estadual de Ensino de Araçatuba/SP, atendendo 18.500 alunos.Considerando a neuroplasticidade, o Centramento como prática regular, tende a promover estados e comportamentos construtivos, minimizando as respostas agressivas geradas pelas emoções destrutivas que comprometem a  aprendizagem e as relações de convivência. A capacidade de auto-regulação e administração da excitação fisiológica diante dos eventos estressores, requer um treinamento sistemático onde o praticante sustenta a sua atenção focada, de forma voluntária e intencional. Dentro das Práticas Contemplativas, o Centramento como prática atencional, pode ser considerado uma ação pedagógica de baixo custo e portanto exequível à realidade educacional  das escolas da rede pública. Frente ao panorama apresentado pela violência, o Centramento praticado pelos alunos e gestores da educação, tem contribuído qualitativamente para a saúde mental, emocional e relacional, favorecendo inclusive as relações familiares.


Palavras-chave


Práticas Contemplativas; Centramento; Atenção; Saúde Mental

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5712/rbmfc7(1)513

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2014 Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade



 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia