Educação entre pares e a busca da prática transdiscplinar na saúde do escolar

Autores

  • Themis Goretti Moreira Leal de Carvalho Centro de Atendimento ao Educando - CAE/Tupanciretã, Universidade de Cruz Alta
  • Gabriella Machado Pimentel Centro de Atendimento ao Educando - CAE/Tupanciretã, Universidade de Cruz Alta

DOI:

https://doi.org/10.5712/rbmfc7(1)575

Palavras-chave:

Prevenção de Doenças Transmissíveis, Saúde do Escolar, Educação entre Pares

Resumo

Introdução: ao articular o diálogo, provocar e aprofundar o conhecimento de forma transdisciplinar entre os pares, aproximando conteúdos programáticos, disciplina e construindo ações de educação e saúde entre os acadêmicos do Curso de Fisioterapia da UNICRUZ e alunos do Ensino Fundamental e Médio das escolas públicas de Tupanciretã/RS acreditamos ter auxiliado na promoção e proteção da saúde, a partir do fortalecimento do debate e da participação juvenil. Objetivo: desenvolver estratégias de promoção dos direitos sexuais e dos direitos reprodutivos, de promoção da saúde, de prevenção das doenças sexualmente transmissíveis, do HIV e da aids, e da educação sobre álcool e outras drogas, por meio do desenvolvimento articulado de ações no âmbito das escolas e das unidades básicas de saúde. Método: diretrizes metodológicas do Programa Saúde e Prevenção nas Escolas- SPE (Ministério da Saúde, 2011) e o modelo de concepção das práticas educativas orientado pelo referencial teórico de Paulo Freire, com uma abordagem pedagógica que inclui informação, reflexão, emoção, sentimento e afetividade. Os envolvidos totalizaram uma população 2531 alunos sendo 819 alunos da rede municipal e 1712 alunos da rede estadual, sua comunidade escolar. e os profissionais das Estratégias Saúde da Família de referência de cada escola. Resultados: através do trabalho com poesias, música, textos jornalísticos, dados históricos e de pesquisa, entre outros num ambiente de aprendizagem ativa, com atividades criativas, com continuidade tivemos soluções para problemas comuns a adolescentes e jovens propiciando reflexões, mudanças de atitudes discriminatórias, levando a outras mais igualitárias e, inclusive, a opção por práticas sexuais mais seguras e protegidas. Conclusão: vivenciamos um trabalho de educação entre pares, de forma transdisciplinar, através da arte, num processo de ensino e aprendizagem em que os acadêmicos da Fisioterapia atuaram como facilitadores das ações e atividades com os alunos do Ensino Fundamental e Médio das escolas públicas de Tupanciretã/RS.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

2012-06-22

Como Citar

1.
de Carvalho TGML, Pimentel GM. Educação entre pares e a busca da prática transdiscplinar na saúde do escolar. Rev Bras Med Fam Comunidade [Internet]. 22º de junho de 2012 [citado 28º de maio de 2022];7(1):40. Disponível em: https://rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/575