Projeto Famílias Unidas: atendimento psicoterapêutico à população em situação de risco social

Autores

  • Leila Márcia Souza Oliveira
  • Josenaide Engracia Santos

DOI:

https://doi.org/10.5712/rbmfc2(8)70

Palavras-chave:

Clínica Ampliada, Atendimento Psicológico, Cidadania

Resumo

Este relato tem o objetivo de promover reflexão sobre atendimento psicológico em uma comunidade em situação de risco social. O atendimento foi realizado em instituição filantrópica, no município de Simões Filho (BA), através do Projeto Famílias Unidas da Associação Obras Sociais da Paróquia de São Miguel, no período compreendido entre julho de 2005 e julho de 2006. O atendimento aconteceu em encontros semanais onde foram abordadas a autoestima e a possibilidade de reinserção social do sujeito, o que possibilitou mudança na sua realidade de vida e um posicionamento direcionado à cidadania. O trabalho realizado, nos moldes da Clínica Ampliada, traz-nos uma nova forma de lidar com a pobreza, na tentativa de ajudar a minimizá-la, na revitalização do desejo do sujeito em uma clínica extraconsultório, utilizando as instituições informais da comunidade, pois as mesmas representam recursos potenciais, capazes de produzir sentido, contratualidade e bem-estar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

2007-11-17

Como Citar

1.
Oliveira LMS, Santos JE. Projeto Famílias Unidas: atendimento psicoterapêutico à população em situação de risco social. Rev Bras Med Fam Comunidade [Internet]. 17º de novembro de 2007 [citado 25º de junho de 2022];2(8):307-11. Disponível em: https://rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/70

Edição

Seção

Relatos de Experiência