Perfil epidemiológico do idoso: experiência de uma unidade de saúde do Programa de Saúde da Família em Curitiba

Gilmar Leão Lobo

Resumo


Pesquisas demonstram a questão gerontológica como a urgência do amanhã. Sendo assim, buscou-se determinar o perfil dos idosos da comunidade de Vila Torres, no município de Curitiba, com o intuito de se constatar o quadro agravante em que os mesmos se encontram. Após preenchimento do termo de consentimento livre e esclarecido, efetuou-se a apuração de dados vitais dos pacientes em questão, por meio de antropometria, miniavaliação nutricional, mini exame do estado mental, teste físico e revisão do prontuário eletrônico do período de 1 ano anterior a essa pesquisa (o qual fornece informações acerca de número de consultas, diagnósticos, medicação e confirmação de dados) e, então,verificou-se que: a) 72% dos examinados apresentaram pressão arterial elevada com ou sem tratamento,estando 64% dos mesmos tanto com alterações sistólicas quanto diastólicas; b) as alterações da pressão arterial estão diretamente relacionadas a mudanças do estado mental (demência); c) há um percentual elevado de demência em normotensos que compõem a faixa etária de 70 a 74 anos (4 casos, dentre os avaliados); d) sendo desfavorecida a condição socioeconômica dos pacientes, o nível de alterações da nutrição é mais elevado. Por esse motivo, nenhum dos que se submeteu à avaliação apresentou estado nutricional adequado, estando 83% deles em risco nutricional e 17% desnutridos (perceptível apenas pela miniavaliação do quadro alimentar); e) há o predomínio de mulheres sobre homens em todas as idades. Sendo observados, em proporção ainda maior do que na literatura, o comprometimento nutricional e a doença hipertensiva descontrolada, urge abordar tanto o controle da pressão arterial quanto o estado nutricional dos idosos dessa comunidade, por meio de promoção, prevenção, proteção e recuperação da saúde dos mesmos, além de melhor programação de ações sobre suas causas e seus riscos e danos.


Palavras-chave


Idoso; Envelhecimento; Epidemiologia; Nutrição; Prevenção

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5712/rbmfc1(3)9

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2014 Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade



 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia