Medicina Geral e Familiar em Portugal

Autores

  • Ana Costa Unidade de Saúde Familiar Alpha Mouro. Agrupamento de Centros de Saúde de Sintra (ACES Sintra). Sintra, Lisboa
  • Raquel Pedro Unidade de Saúde Familiar Alpha Mouro. Agrupamento de Centros de Saúde de Sintra (ACES Sintra). Sintra, Lisboa
  • Sara Magalhães Unidade de Saúde Familiar Alpha Mouro. Agrupamento de Centros de Saúde de Sintra (ACES Sintra). Sintra, Lisboa

DOI:

https://doi.org/10.5712/rbmfc9(32)935

Palavras-chave:

Medicina de Família e Comunidade, Educação Médica, Atenção Primária à Saúde, Internato e Residência

Resumo

Nas últimas décadas, tem-se assistido em Portugal ao desenvolvimento da especialidade de Medicina Geral e Familiar (MGF), à semelhança daquilo que tem ocorrido em outros países europeus. No presente artigo, são descritas as diversas alterações, tanto no nível da carreira médica como no nível da formação, que vieram a culminar no atual modelo a partir do qual é realizada a especialidade de MGF. São também explicadas de forma sucinta as etapas formativas, incluindo os seus objetivos principais, desafios e dificuldades, bem como os métodos de avaliação ao longo do internato. O objetivo é o de divulgar os moldes em que são feitos a formação específica e o ingresso na carreira de MGF em Portugal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

Sousa JC, Sardinha AM, Sanchez JP, Melo M, Ribas MJ. Os Cuidados de Saúde Primários e a Medicina Geral e Familiar em Portugal. Rev Port Saúde Pública. 2001;2:63-74.

McWhinney IR, Freeman T. Manual de Medicina de Família e Comunidade. 3ª ed. Porto Alegre: Artmed; 2011.

Jordão JG. A medicina geral e familiar: carcterização da prática e sua influência no ensino pré-graduado [tese]. Lisboa: Universidade de Lisboa; 1995. http://hdl.handle.net/10451/2031

Alves MV, Ramos V, editors. Medicina geral e familiar 20 anos: da vontade. Lisboa: MVA Invent; 2004.

Pisco L. A reforma dos cuidados de saúde primários. Cadernos de Economia. 2007 [cited 2014 Apr 16];(80):60-66. Disponível em: http://www.min-saude.pt/NR/rdonlyres/9A05F533-B7AE-4256-9F80-7FDD3E7C4FC7/0/CE80Luis_Pisco.pdf.

Saúde Md. Decreto-Lei nº 28/2008. In Diário da República nº38.; 22 Fevereiro 2008. p. Sério I.

Universidade do Algarve. Curso do Mestrado

Integrado em Medicina [Online]. Faro, Portugal: UAlg; c2009 [cited 2014 abril 26]. Disponível em: http://www.medicina.ualg.pt/site/index.php?module=Content&func=view&pid=11.

Ponte J. O curso de medicina da Universidade do Algarve. Jornal de Notícias Médicas. Algarve, Portugal; 2009 Marc. Disponível em: http://www.medicina.ualg.pt/site/index.php?module=Downloads&func=prep_hand_out&lid=5

Universidade do Minho. Escola de Ciências da Saúde [Internet]. Braga, Portugal: UM; c2014 [cited 2014 abril 26]. Disponível em: http://www.ecsaude.uminho.pt/Default.aspx?tabid=4&pageid=5&lang=pt-PT

Universidade da Beira Interior. Faculdade de Ciências da Saúde. [Internet]. Covilhã. [cited 2014 abril 26]. Disponível em: http://193.136.66.97/?page_id=105.

Ministério da Saúde (PT), Saúde Md. Portaria nº 300/2009, Diário da República, 1.ª série — N.º 58 — 24 de Março de 2009. In Saúde Md..; 2009. p. 1853-1857.

Ministério da Saúde (PT), Administração Central do Sistema de Saúde

(ACSS). Mapa de vagas – IM – 2013 FE [Internet]. Portugal; 2013 [cited 2014 abril 26]. Disponível em: http://www.acss.min-saude.pt/Portals/0/Mapa%20de%20Vagas_IM_2013_AFE_29112013_19h.pdf.

Cabrita JM. Programa de 4 anos – Breves Apontamentos. Jornal Médico. 2008.

Downloads

Publicado

2014-05-06

Como Citar

1.
Costa A, Pedro R, Magalhães S. Medicina Geral e Familiar em Portugal. Rev Bras Med Fam Comunidade [Internet]. 6º de maio de 2014 [citado 2º de julho de 2022];9(32):295-9. Disponível em: https://rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/935

Edição

Seção

EDUCAÇÃO MÉDICA