Diretrizes para o ensino na Atenção Primária à Saúde na graduação em Medicina

Marcelo Marcos Piva Demarzo, Rodrigo Cariri Chalegre de Almeida, João José Neves Marins, Thiago Gomes da Trindade, Maria Inez Padula Anderson, Airton Tetelbom Stein, Fabiano Gonçalves Guimarães, Felipe Proenço de Oliveira, Fernanda Plesmann de Carvalho, Flávio Dias Silva, Francisco Arsego de Oliveira, Gustavo Tenório Carlos, Jaciara Bezerra Marques, Leika Aparecida Ishigama Geniole, Lia Márcia Cruz da Silveira, Maria Eugênia Bresolin Pinto, Nayra Almeida da Silva, Rodrigo Cechelero Bagatelli, Sandro Rogério Rodrigues Batista, Tânia de Araújo Barboza, Thiago Dias Sarti, Vitor Barreto, Gustavo Diniz Ferreira Gusso, Mourad Ibrahim Belaciano

Resumo


O presente documento traz diretrizes construídas conjuntamente pela Associação Brasileira de Educação Médica (ABEM) e a Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC) com a intenção de apoiar as escolas médicas de forma objetiva e prática, na elaboração de projetos político-pedagógicos no contexto da Atenção Primária à Saúde. Um marco reconhecido na política educacional brasileira é a publicação das Diretrizes Curriculares Nacionais, as quais flexibilizam as organizações curriculares, possibilitando a construção de projetos político-pedagógicos contemporâneos e consonantes com o Sistema Único de Saúde brasileiro. A Atenção Primária à Saúde é o ponto de convergência entre estas duas políticas, descentralizando o ensino da Medicina dos hospitais para toda a rede de saúde no Brasil. Destaca-se a imperiosidade de que o ensino na Atenção Primária à Saúde esteja presente longitudinalmente, ao longo de todo o curso, de preferência com inserções significativas (de aprendizado real e a partir do trabalho), mas que, sobretudo, deva fazer parte do núcleo de ensino da prática clínica do futuro médico.


Palavras-chave


Educação Médica; Atenção Primária à Saúde; Currículo

Texto completo:

PDF

Referências


Brasil. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Resolução CNE/ CES nº 4, de 07 de novembro de 2001. Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Medicina. [online]. Brasília, DF; 2001. [capturado 1 nov. 2010]. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CES04.pdf

Gusso G, Marins JJN, Demarzo MMP, Belaciano MI, Almeida RCC, Stein AT, et al. Diretrizes para o Ensino na Atenção Primária à Saúde na Graduação em Medicina - SBMFC e ABEM. Cad ABEM. 2009 [online]; 5: 13-20. [capturado 1 nov. 2010]. Disponível em: http://www.abem-educmed.org.br/pdf_caderno5/atencao_primaria_saude.pdf

Brasil. Ministério da Saúde. Departamento de Atenção Básica. Política Nacional de Atenção Básica. Brasília: Ministério da Saúde; 2006.




DOI: https://doi.org/10.5712/rbmfc6(19)116

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2014 Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade



 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia