Fortalecimento do processo de ensino-aprendizagem da Medicina de Família e Comunitária em Ibero-américa

Fernando Coppolillo, Humberto Jure, Maria Beatriz Ciuffolini, Diana Yuruhán

Resumo


O processo de ensino-aprendizagem em Medicina de Família e Comunidade é analisado a partir da perspectiva das fases do ciclo profissional: a formação de graduação, especialização em pós-graduação e, finalmente, a educação permanente em serviço. Para cada uma destas etapas se analisam as dimensões do conteúdo e competências clínicas a serem desenvolvidas, os cenários do processo ensino-aprendizagem e as competências dos professores para cada um das mesmas. Esta análise permite orientar o fortalecimento global dos especialistas em medicina de família e comunidade com uma prática clínica de alta qualidade, centrada na pessoa, orientada na família e baseada na comunidade.


Palavras-chave


Medicina de Família e Comunidade . Processo Ensino Aprendizagem . Ensino Universitário . Especialização . Educação Permanente em Serviço

Referências


Jure H, Acuña M, Coppolillo F, Ciuffolini, Didoni M. Cuadernos de Salud Familiar y Comunitaria. Buenos Aires. 2011.

Almeida Filho N. La Ciencia Tímida, Ensayos de deconstrucción de la epidemiología. Buenos Aires: Editorial Lugar; 2000.

Breilh J. Epidemiología Critica. Ciencia Emancipadora e Interculturalidad. Buenos Aires: Editoral Lugar; 2003.

Ciuffolini MB, Jure H. “Estrategias de comprensión integral del proceso salud- enfermedad: aportes desde la perspectiva de la vivienda saludable”. Astrolabio. Centro de Estudios Avanzados. UNC. Nº 3. Noviembre 2006.

Kuhn TS. La estructura de las revoluciones científicas. Buenos Aires: Fondo de Cultura Económica; 1998.

Mc Whinney Ian. Medicina de Familia. Madrid: Ed. Doyma; 1995.

Menéndez E. “Modelos de atención de los padecimientos: de exclusiones teóricas y articulaciones prácticas”. Salud Colectiva. Spinelli Hugo, Compilador. Buenos Aires: Editorial Lugar; 2005:11-47.

Morin E. Introducción al pensamiento Complejo. Editorial Gedisa: Barcelona;2005.

Rojas MC, Ciuffolini MB, Meichtry N. “La vivienda saludable como estrategia para la promoción de la salud en el marco de la medicina familiar” Archivos de Medicina Familiar. Editorial Medicina Familiar Mexicana. 2005;7(1):27-30.

Sousa Campos G. Gestión en Salud, en Defensa de la Vida. Buenos Aires: Editorial Lugar; 2001.




DOI: https://doi.org/10.5712/rbmfc11(0)1385

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia