Consulta do registo de saúde eletrônico

análise ética de um caso clínico

Palavras-chave: Bioética, Problema Bioético, Comitê de Ética, Informação Confidencial, Antígeno Prostático Específico.

Resumo

Introdução: A bioética surgiu da necessidade de regulamentar um código de conduta ética que evitasse as práticas médicas abusivas realizadas durante vários séculos. O Procedimento Deliberativo (PD) aplicado à medicina, ajuda na tomada de decisões éticas de forma ponderada e justa. Com a apresentação deste caso clínico pretende-se exemplificar a importância da aplicação do PD na prática clínica em Medicina Geral e Familiar (MGF). Apresentação do caso: Homem de 58 anos que no seguimento de um antígeno específico da próstata (PSA) alterado foi referenciado à consulta de urologia. Um mês após biópsia prostática recorre à consulta de MGF confiante de que o resultado seria negativo. Sem a sua autorização, o Médico de Família (MF) acedeu ao Registo de Saúde Eletrónico e verificou que o doente apresentava um adenocarcinoma da próstata, embora não tivesse ainda consulta de reavaliação de urologia. Foi eleito o problema ético mais importante e definido o curso de ação ótimo que cumpria os critérios de legalidade, publicidade e temporalidade. Conclusões: Qualquer que seja a decisão do médico, deve ser sempre em benefício da pessoa. O PD permite uma tomada de decisão estruturada pelo que deve ser aplicado no contexto de MGF perante a ocorrência de problemas éticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Referências

(1) Gaspar I. Métodos em bioética clínica. Curso Curricular de Ética Aplicada à MGF. 2019 mai 16-17 - jun 27; Lisboa, Portugal. Esta referência consiste no material didático de um curso por nós frequentado

(2) Altisent R, Carrió FB, Surribas MB, Escribano CC, Vallejo LM, Bernal AM, et al. Guías de Ética em la Práctica Médica. Retos éticos en Atención Primária. Madrid: Fundación de Ciencias de la Salud; 2012; [acesso em 2019 out 29]. Disponível em: https://www.cgcom.es/sites/default/files/retosEticosenAtencionPrimaria.pdf

(3) Gracia D. Deliberation and consensus. In: Chadwick R, Have H, Meslin EM, eds. The SAGE handbook of health care ethics. New York: SAGE Publications; 2011. p. 87-97.

(4) Simões JA. Consentimento informado (Editorial). Rev Port Clin Geral. 2009;25:522-3. DOI: http://dx.doi.org/10.32385/rpmgf.v25i5.10665

(5) D’Cruz L, Kaney H. Consent – a new era begins. Br Dent J. 2015 Jul;219(2):57-9. DOI: https://doi.org/10.1038/sj.bdj.2015.555

(6) Kantoff PW, Taplin ME, Smith JA. Initial staging and evaluation of men with newly diagnosed prostate cancer. UpToDate [Internet]. 2020 Jun; [acesso em 2019 Jul 16]. Disponível em: https://www.uptodate.com/contents/initial-staging-and-evaluation-of-men-with-newly-diagnosed-prostate-cancer#H686719874

(7) Klein EA. Prostate cancer: risk stratification and choice of initial treatment. UpToDate [Internet]. 2020 Jun; [acesso em 2019 Jul 16]. Disponível em: https://www.uptodate.com/contents/prostate-cancer-risk-stratification-and-choice-of-initial-treatment#H19

(8) Yang XJ. Interpretation of prostate biopsy. UpToDate [Internet]. 2020 Jun; [acesso em 2019 Jul 16]. Disponível em: https://www.uptodate.com/contents/interpretation-of-prostate-biopsy#H30

(9) Hoffman RM. Screening for prostate cancer. UpToDate [Internet]. 2020 Jun; [acesso em 2019 Jul 16]. Disponível em: https://www.uptodate.com/contents/screening-for-prostate-cancer#H42

(10) Fenton J, Weyrich M, Durbin S, Liu Y, Bang H, Melnikow J. Prostate-specific antigen-based screening for prostate cancer: evidence review and systematic for the U.S. Preventive Services Task Force. JAMA [Internet] 2018; [citado 2019 Jul 04]; 319(18):1914-31. Disponível em: https://www.uspreventiveservicestaskforce.org/Page/Document/UpdateSummaryFinal/prostate-cancer-screening1?ds=1&s=psa

(11) Tomé A, Broeiro A, Faria-Vaz A. Os sistemas de prescrição electrónica. Rev Port Clin Geral. 2008;24(5):632-40. DOI: http://dx.doi.org/10.32385/rpmgf.v24i5.10554

(12) Lee LM. Ethics and subsequent use of electronic health record data. J Biomed Inform. 2017 Jul;71:143-6. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jbi.2017.05.022

(13) Lei no 26 de 22 de agosto de 2016 (PT). Aprova o regime de acesso à informação administrativa e ambiental e de reutilização dos documentos administrativos, transpondo a Diretiva 2003/4/CE, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 28 de janeiro, e a Diretiva 2003/98/CE, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 17 de novembro. Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa, Lisboa, Portugal, 22 ago 2016.

Publicado
2020-08-28
Como Citar
Fernandes, A. C., Ramos, A. R., Candelária, A., Rocha, L., & Barrancos, P. (2020). Consulta do registo de saúde eletrônico: análise ética de um caso clínico. Revista Brasileira De Medicina De Família E Comunidade, 15(42), 2272. https://doi.org/10.5712/rbmfc15(42)2272
Seção
Casos Clínicos