Isolamento das bactérias causadoras de infecções urinárias e seu perfil de resistência aos antimicrobianos

  • Leandro Antonio Soares
  • Catalina Yumi Masuda Nishi
  • Hamilton Lima Wagner
Palavras-chave: Infecção Urinária, Técnicas Microbiológicas, Uropatógenos

Resumo

A infecção do trato urinário (ITU) é uma das causas que frequentemente leva homens e mulheres a procurarem tratamento nas unidades municipais de saúde. O presente trabalho tem por objetivo identificar quais os microorganismos responsáveis por esta infecção e seu perfil de resistência aos antimicrobianos mais utilizados na rede municipal. Foram coletadas 120 amostras de urina de pacientes com suspeita clínica de ITU e processados pelo sistema de laminocultura nos meios CLED, MacConkey e EC cromogênico, no laboratório de microbiologia I do Centro Universitário Positivo (UNICENP). As amostras positivas foram identificadas e submetidas ao antibiograma, sendo 63,64% das infecções presentes causadas por Escherichia coli e 18,18% por Staphylococcus aureus. A faixa etária de 12 aos 33 anos é responsável por mais de 60% das infecções. Foi encontrado um alto índice de amostras contaminadas, mostrando uma dificuldade no entendimento das orientações para a coleta. Outro dado relevante é que dentro do total das amostras analisadas, 35,8% foram de gestantes. Os antimicrobianos de maior sensibilidade para os microorganismos responsáveis pelo ITU foram, em sua maioria, aqueles não disponibilizados pelo SUS. A maioria das bactérias E. coli e 100% dos S. aureus isoladas, porém, apresentaram sensibilidade aos medicamentos Nitrofurantoína e Sulfametoxazol-trimetropim, disponíveis gratuitamente nas unidades de saúde. Com um quadro clínico compatível, o tratamento empírico com as drogas referidas seria adequado, sendo o ideal que se faça um exame de controle pós tratamento para evitar o surgimento de cepas resistentes na comunidade.

Metrics

Carregando Métricas ...
Publicado
2006-11-17
Como Citar
Soares, L. A., Nishi, C. Y. M., & Wagner, H. L. (2006). Isolamento das bactérias causadoras de infecções urinárias e seu perfil de resistência aos antimicrobianos. Revista Brasileira De Medicina De Família E Comunidade, 2(6), 84-92. https://doi.org/10.5712/rbmfc2(6)29
Seção
Artigos de Pesquisa