(Des)interesse feminino pelo DIU na APS

Autores

  • Camila Sampaio Nogueira Universidade Federal do Ceará – Fortaleza (CE), Brasil. https://orcid.org/0000-0002-2888-2039
  • Rafaela Yasmine de Sousa Ferreira Universidade Estadual do Ceará – Fortaleza (CE), Brasil.
  • Francisco das Chagas Medeiros Universidade Federal do Ceará – Fortaleza (CE), Brasil. https://orcid.org/0000-0001-5091-6015

DOI:

https://doi.org/10.5712/rbmfc18(45)3822

Palavras-chave:

Dispositivos intrauterinos, Saúde da mulher, Atenção primária à saúde.

Resumo

Introdução: Diante da presença das mulheres no mercado de trabalho e nas universidades e da consequente postergação da maternidade, o uso de métodos contraceptivos que lhes garantam autonomia, segurança e liberdade é essencial para a manutenção de seu papel de crescente destaque na sociedade. Estudos demonstram que as informações a respeito do dispositivo intrauterino (DIU) ainda não alcançam a população efetivamente, de modo que a decisão pela utilização do método ainda é permeada por insegurança e desinteresse. Métodos: Trata- se de um estudo piloto que utilizou como técnica de coleta de dados a aplicação de questionário, de elaboração própria, a 12 usuárias de uma Unidade de Atenção Primária à Saúde em Araturi, Caucaia, Ceará, localizada na região metropolitana de Fortaleza. Os dados coletados foram comparados com o levantamento bibliográfico realizado acerca dos aspectos que podem interferir no interesse das mulheres pelo DIU como método contraceptivo. Resultados: Entre as 12 mulheres do estudo, o método contraceptivo mais utilizado foi condom; nenhuma fazia uso de DIU. Apesar de 83% delas manifestarem conhecimento e interesse pelo DIU, 60% afirmaram nunca ter recebido explicações sobre o método por algum profissional de saúde. Medo, falta de informação e dificuldade de acesso foram as barreiras impeditivas à escolha pelo DIU mais comumente citadas. Conclusões: Atividades de educação em saúde realizadas de forma oportuna pelos profissionais de saúde têm o potencial de reduzir as barreiras mais comuns à escolha pelo DIU e podem refletir de forma positiva na garantia dos direitos reprodutivo e sexual das mulheres.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

Barreto DS, Gonçalves RD, Maia DS, Soares RS. Dispositivo Intrauterino na Atenção Primária a Saúde: uma revisão integrativa. Rev Bras Med Fam Comunidade 2021;16(43):2821. https://doi.org/10.57 12/rbmfc16(43)2821 DOI: https://doi.org/10.5712/rbmfc16(43)2821

Machado RB. Uso de dispositivos intrauterinos (DIU) em nulíparas. In: São Paulo: Federação das Associações Brasileiras de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO); 2018.

Trindade RE, Siqueira BB, Paula TF, Felisbino-Mendes MS. Uso de contracepção e desigualdades do planejamento reprodutivo das mulheres brasileiras. Política de saúde, implementação de práticas health policy, implementation of practices. Ciênc Saúde Colet 2021;26(Supl. 2):3493-3504. https://doi.org/10.1590/1413- 81232021269.2.24332019 DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232021269.2.24332019

Paiva CCN, Caetano R. Avaliação de implantação das ações de saúde sexual e reprodutiva na Atenção Primária: revisão de escopo. Esc Anna Nery 2020;24(1):e20190142. https://doi.org/10.1590/2177-9465-EAN-2019-0142. DOI: https://doi.org/10.1590/2177-9465-ean-2019-0142

Buhling KJ, Zite NB, Lotke P, Black K, INTRA Writing Group. Worldwide use of intrauterine contraception: a review. Contraception 2014;89(3):162-73. https://doi.org/10.1016/j.contraception.2013.11.011. DOI: https://doi.org/10.1016/j.contraception.2013.11.011

Gonzaga VAS, Borges ALV, Santos AO, Santa Rosa PLF, Gonçalves RFS. Organizational barriers to the availability and insertion of intrauterine devices in Primary Health Care Services. Rev Esc Enferm USP. 2017;51:e03270. https://doi.org/10.1590/S1980-220X2016046803270. DOI: https://doi.org/10.1590/s1980-220x2016046803270

Justino GBS, Stofel NS, Gervasio MG, Teixeira IMC, Salim NR. Educação sexual e reprodutiva no puerpério: questões de gênero e atenção à saúde das mulheres no contexto da Atenção Primária à Saúde. Interface (Botucatu) 2021;25:e200711. https://doi.org/10.1590/interface.200711 DOI: https://doi.org/10.1590/interface.200711

Borges ALV, Araújo KS, Santos AO, Gonçalves RFS, Fujimori E, Divino EA. Knowledge about the intrauterine device and interest in using it among women users of primary care services. Rev Latino-Am Enfermagem 2020;28:e3232. https://doi.org/10.1590/1518-8345.3140.3232. DOI: https://doi.org/10.1590/1518-8345.3140.3232

Callegari LS, Parisi SM, Schwarz EB. Perceptions of intrauterine contraception among women seeking primary care. Contraception 2013;88(2):269-74. https://doi.org/10.1016/j.contraception .2013.02.004 DOI: https://doi.org/10.1016/j.contraception.2013.02.004

Borges ALV, Santos AO, Araújo KS, Gonçalves RFS, Rosa PLFS, Nascimento NC. Satisfação com o uso de métodos contraceptivos entre usuárias de unidades básicas de saúde da cidade de São Paulo. Rev Bras Saúde Matern Infant 2017;17(4):757-764. https://doi.org/10.1590/1806-93042017000400008 DOI: https://doi.org/10.1590/1806-93042017000400008

Melli, TL. Atenção em contracepção no puerpério: o DIU está sendo ofertado às mulheres usuárias de unidades básicas de saúde? [dissertação]. São Paulo: Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo; 2019.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Saúde sexual e saúde reprodutiva. Brasília: Ministério da Saúde; 2013. (Cadernos de Atenção Básica, n. 26).

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Política nacional de atenção integral à saúde da mulher: princípios e diretrizes. Brasília: Ministério da Saúde; 2004.

Downloads

Publicado

2023-12-14

Como Citar

1.
Nogueira CS, Ferreira RY de S, Medeiros F das C. (Des)interesse feminino pelo DIU na APS. Rev Bras Med Fam Comunidade [Internet]. 14º de dezembro de 2023 [citado 20º de fevereiro de 2024];18(45):3822. Disponível em: https://rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/3822

Edição

Seção

Especial Residência Médica

Plaudit