Oficinas de intervenção psicossocial com agentes comunitários de saúde: reflexões e intervenções dialogadas

  • Liliam das Graças Nascimento Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ). São João-del Rei, MG
  • Walter Melo Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ). São João-del Rei, MG
  • Marcos Vieira Silva Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ). São João-del Rei, MG
Palavras-chave: Sistema Único de Saúde, Agentes Comunitários de Saúde, Saúde da Família

Resumo

Objetivo: trazer uma reflexão dos agentes comunitários de saúde (ACS) de um pequeno município da Região das Vertentes, no estado de Minas Gerais, sobre o próprio processo de trabalho. Métodos: pesquisa qualitativa, por meio de Oficinas de Intervenção Psicossocial (OIP) com 11 agentes comunitários de saúde ao longo de nove encontros. A análise de conteúdo, comparando a prática estabelecida e as diretrizes e determinações legais do Ministério da Saúde (MS) foi realizada a partir das seguintes categorias: a) Discrepância entre o que é determinado pelo MS e a prática dos ACS; b) Dilemas enfrentados pelos ACS; c) Qualidade do vínculo estabelecido entre ACS e usuários; e d) Vínculo dos ACS com os demais membros da equipe. Neste artigo são apresentados apenas os dados referentes à criação de vínculos com a comunidade e com a equipe, por se tratar de importante fator psicossocial para os trabalhadores da atenção primária. Resultados: a análise possibilitou o levantamento de algumas questões sobre o trabalho dos ACS: a sensação de desvalorização na equipe; a distância entre teoria e prática; a impossibilidade de se colocar em prática as determinações do MS; a necessidade de que a comunidade seja parceira do ACS; e a desinformação sobre o próprio trabalho. Conclusões: foi possível perceber que as principais modificações ocorridas no trabalho dos ACS dizem respeito a um maior detalhamento das atribuições determinadas pelo MS, à ênfase na contextualização de suas ações e ao aumento da burocratização que pode estar interferindo ou modificando sua prática.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Liliam das Graças Nascimento, Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ). São João-del Rei, MG
Liliam das Graças Nascimento é mestranda em Psicologia pela Universidade Federal de São João Del Rei e atua como psicóloga na saúde pública de Ressaquinha-MG
Walter Melo, Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ). São João-del Rei, MG

Doutor em Psicologia Social pela UERJ; Coordenador do Núcleo de Estudo, Pesquisa e Intervenção em Saúde (NEPIS); Docente no Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João Del-Rei, Linha Processos Psicossociais e Socioeducativos.

Marcos Vieira Silva, Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ). São João-del Rei, MG

Doutor em Psicologia Social pela PUC/SP; Coordenador do Laboratório de Pesquisas e Intervenções Psicossociais (LAPIP); Docente no Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João Del-Rei, Linha Processos Psicossociais e Socioeducativos.

Referências

Viana AL, Dal Poz MR. A reforma do Sistema Único de Saúde no Brasil e o Programa de Saúde da Família. PHYSIS: Rev Saúde Coletiva. 2005;15(supl.):225-64.

World Health Organization (WHO). Constitution of the World Health Organization. Basic Documents. Genebra: WHO; 1946.

Pupin VM, Cardoso CL. Agentes comunitários de saúde e os sentidos de “ser agente”. Estudos de Psicologia. 2008;13(2):157-63. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-294X2008000200008.

Senra TDM. Enfermagem na Saúde da Família. Apostila do Curso de Enfermagem da Universidade de Viçosa. Viçosa: [publisher unknown]; 2004.

Conselho Estadual de Saúde de Minas Gerais. Legislação do Sistema Único de Saúde - SUS. O SUS é para todos. Belo Horizonte: SESMG; 2006.

Chaves LM. Programa Saúde da Família: satisfação dos membros das famílias inscritas em Goiânia-GO [dissertação]. Rio de Janeiro: Universidade do Rio de Janeiro; 2002.

Silva MH; Santos MR. Perfil Social dos agentes comunitários de saúde vinculados ao programa de saúde da família da zona norte do município de Juiz de Fora. Rev APS. 2003;6(2):70-6.

Costa SL, Carvalho EN. Agentes comunitários de saúde: agenciadores de encontros entre territórios. Ciência Saúde Coletiva. 2012;17(11):2931-2940. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232012001100010.

Lotta GS. Saberes Locais, Mediação e Cidadania: o caso dos agentes comunitários de saúde. Saúde Soc. 2012;(21):210-222.

Crispim JA, Scatolin BE, Silva LMC, Pinto IC, Palha PF, Arcêncio RA. Agente Comunitário de Saúde no controle da tuberculose na Atenção Primária à Saúde. Acta Paul Enferm. 2012;25(5):721-727.http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002012005000021.

Castanha AR, Araújo LF. Álcool e agentes comunitários de saúde: um estudo das representações sociais. Psico-USF. 2006;11(1):85-94.

Ferreira VM, Ruiz T. Atitudes e conhecimentos de agentes comunitários de saúde e suas relações com idosos. Rev Saúde Pública. 2012;46(5):843-849.http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102012000500011.

Santos JN. Percepção de agentes comunitários de saúde sobre os riscos à saúde fonoaudiológica. Rev Soc Bras Fonoaudiol. 2012;17(3):333-339. http://dx.doi.org/10.1590/S1516-80342012000300016.

Waidman MAP, Costa B,Paiano M. Percepções e atuação do agente comunitário de saúde em saúde mental. Rev Esc Enferm USP. 2012;46(5):1170-1177. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342012000500019.

Hesler LZ, Costa MC, Resta DG, Colomé ICS. Violência contra as mulheres na perspectiva dos agentes comunitários de saúde. Rev Gaúcha Enferm. 2013;34(1):180-186. http://dx.doi.org/10.1590/S1983-14472013000100023.

Nunes CC, Amador TA, Heineck I. O medicamento na rotina de trabalho dos agentes comunitários de Saúde da Unidade Básica de Saúde Santa Cecília, em Porto Alegre, RS, Brasil. Saúde Soc. 2008;17(1):85-94.

Pereira IC, Oliveira MAC. O trabalho do agente comunitário na promoção da saúde: revisão integrativa da literatura. Rev Bras Enferm. 2013;66(3):412-419. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71672013000300017.

Bornstein VJ, David HMSL, Araújo JWG. Agentes comunitários de saúde: a reconstrução do conceito de risco no nível local. Interface Comunicação Saúde Educação. 2010;14(32):93-101. http://dx.doi.org/10.1590/S1414-32832010000100008.

Mialhe FL, Lefevre F, Lefreve AMC. O agente comunitário de saúde e suas práticas educativas em saúde bucal: uma avaliação qualiquantitativa. Ciência Saúde Coletiva. 2011;16(11):4425-4432.

Costa SM, Araújo FF, Martins LV, Nobre LLR, Araújo FM, Rodrigues CAQ. Agente Comunitário de Saúde: elemento nuclear das ações em saúde. Ciência Saúde Coletiva. 2013;18(7):2147-2156. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232013000700030.

Galavote HS, Franco TB, Lima RCD, Belizário AM. Alegrias e tristezas no cotidiano de trabalho do agente comunitário de saúde: cenários de paixões e afetamentos. Interface Comunicação Saúde Educação. 2013;17(46):575-586. http://dx.doi.org/10.1590/S1414-32832013005000015.

Baralhas M, Pereira MAO. Concepções dos agentes comunitários de saúde sobre suas práticas assistenciais. PHYSIS: Revista Saúde Coletiva. 2011;21(1):31-46.

Minayo MCS, Minayo CG. Difíceis e possíveis relações entre os métodos quantitativos e qualitativos nos estudos dos problemas de saúde. Rio de Janeiro: Fiocruz; 2001.

Afonso ML. Oficinas em Dinâmica de Grupo na Área da Saúde: um método de intervenção psicossocial. São Paulo: Casa do Psicólogo; 2006.

Oliveira EM,Spiri WC. Programa Saúde da Família: a experiência de equipe multiprofissional. Rev Saúde Pública. 2006;40(4):727-33. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102006000500025.

Bardin L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70; 2006.

Silva RVB, Stelet BP, Pinheiro R, Guizardi FL. Do elo ao laço: o agente comunitário na construção da integralidade em saúde. In: Pinheiro R; Mattos RA, editors. Cuidado: as fronteiras da integralidade. Rio de Janeiro: Hucitec; 2004. p. 75-90.

Ministério da Saúde (BR), Secretaria Executiva. Programa Agentes Comunitários de Saúde (PACS). Brasília: Ministério da Saúde; 2001.

Ministério da Saúde (BR). Manual do Agente Comunitário de Saúde. Brasília: Ministério da Saúde, FUNASA; 1991.

Ministério da Saúde (BR). Programa de Agentes Comunitários de Saúde. Brasília: Ministério da Saúde, FUNASA; 1994.

Publicado
2014-09-11
Como Citar
Nascimento, L. das G., Melo, W., & Silva, M. V. (2014). Oficinas de intervenção psicossocial com agentes comunitários de saúde: reflexões e intervenções dialogadas. Revista Brasileira De Medicina De Família E Comunidade, 9(33), 336-342. https://doi.org/10.5712/rbmfc9(33)716
Seção
Artigos de Pesquisa