Exercício físico na prevenção de quedas do idoso da comunidade: revisão baseada na evidência

Autores

  • Joana Rita Bento USF Santiago, ACeS Pinhal Litoral
  • Nadina Duarte Sousa USF Santiago, ACeS Pinhal Litoral

DOI:

https://doi.org/10.5712/rbmfc12(39)1658

Palavras-chave:

Acidentes por Quedas. Acidentes por Quedas/prevenção & controle. Exercício Físico. Idoso

Resumo

Introdução: A prevenção de quedas do idoso é um urgente desafio de saúde pública. O exercício físico tem-se comprovado uma intervenção preventiva eficaz. Objetivo: Rever a evidência científica mais recente, relativa à recomendação do exercício físico na prevenção de quedas do idoso da comunidade. Identificar modalidade física e regimes de frequência com maior benefício. Métodos: Efetuou-se uma pesquisa bibliográfica, utilizando os termos MeSH “aged”, “accidental falls/prevention and control” e “exercise”, nas bases de dados PubMed, Cochrane Library, National Guideline Clearinghouse, Canadian Medical Association, Evidence based Medicine e NICE Evidence Search, nos últimos 5 anos. Foram incluídos artigos que avaliassem o exercício como intervenção isolada na prevenção de quedas do indivíduo da comunidade, com ≥60 anos. Resultado avaliado: incidência de quedas. Resultados: De 637 potenciais artigos, 4 cumpriam critérios de inclusão: 2 ensaios clínicos aleatorizados controlados (ECACs), 1 estudo coorte e 1 meta-análise (MA). Globalmente, os resultados demonstram um efeito protetor do exercício físico. A MA obteve uma razão de taxas de incidência (RTI) de 0,79 (p<0,001), com o treino de equilíbrio (RTI=0,85, p=0,04) e maior dose semanal (RTI=0,77, p=0,03) a demonstrarem-se mais efetivos. Contrariamente, um ECAC demonstrou superioridade na marcha. O estudo coorte revelou maior benefício em participações ≥3 anos (RTI=0,90; p=0,03). Conclusão: O exercício físico é efetivo na prevenção de quedas do idoso da comunidade. Treinos de equilíbrio e práticas semanais ≥3 horas demonstraram melhores resultados (SORT A). A sua manutenção deve ser incentivada a longo prazo (SORT B).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

Serviço de Estudos sobre a População do Departamento de Estatísticas Censitárias e da População. O envelhecimento em Portugal - Situação demográfica e sócio-econômica recente das pessoas idosas. Lisboa: Instituto Nacional de Estatística; 2002

Instituto Nacional de Estatística. Censos 2011 Resultados Definitivos – Portugal. Lisboa: Instituto Nacional de Estatística; 2012

World Health Organization. WHO Global Report on Falls Prevention in Older Age. [Internet]. Geneva: WHO; 2007 [acesso 07 Out 2017]. Disponível em: http://www.who.int/ageing/publications/Falls_prevention7March.pdf

Brasil. Ministério da Saúde. Estatuto do idoso. Brasília: Ministério da Saúde; 2009.

Rubenstein LZ. Falls in older people: epidemiology, risk factors and strategies for prevention. Age Ageing. 2006;35-S2:ii37-ii41. DOI: http://dx.doi.org/10.1093/ageing/afl084 DOI: https://doi.org/10.1093/ageing/afl084

Guideline for the prevention of falls in older persons. American Geriatrics Society, British Geriatrics Society, and American Academy of Orthopaedic Surgeons Panel on Falls Prevention. J Am Geriatr Soc. 2001;49(5):664-72. DOI: https://doi.org/10.1046/j.1532-5415.2001.49115.x

Panel on Prevention of Falls in Older Persons, American Geriatrics Society and British Geriatrics Society. Summary of the Updated American Geriatrics Society/British Geriatrics Society clinical practice guideline for prevention of falls in older persons. J Am Geriatr Soc. 2011;59(1):148-57. DOI: http://dx.doi.org/10.1111/j.1532-5415.2010.03234.x DOI: https://doi.org/10.1111/j.1532-5415.2010.03234.x

Inouye SK, Studenski S, Tinetti ME, Kuchel GA. Geriatric syndromes: clinical, research and policy implications of a core geriatric concept. J Am Geriatr Soc. 2007;55(5):780-91. DOI: http://dx.doi.org/10.1111/j.1532-5415.2007.01156.x DOI: https://doi.org/10.1111/j.1532-5415.2007.01156.x

Falsarella GR, Gasparotto LPR, Coimbra AMV. Quedas: conceitos, frequências e aplicações à assistência ao idoso. Revisão da literatura. Rev Bras Geriatr Gerontol. 2014;17(4):897-910. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1809-9823.2014.13064 DOI: https://doi.org/10.1590/1809-9823.2014.13064

Sherrington C, Tiedemann A, Fairhall N, Close JC, Lord SR. Exercise to prevent falls in older adults: an updated meta-analysis and best practice recommendations. N S W Public Health Bull. 2011; 22(3-4):78-83. DOI: https://doi.org/10.1071/NB10056

Gillespie LD, Robertson MC, Gillespie WJ, Sherrington C, Gates S, Clemson LM, et al. Interventions for preventing falls in older people living in the community. Cochrane Database Syst Rev. 2012;(9):CD007146. DOI: https://doi.org/10.1002/14651858.CD007146.pub3

Gawler S, Skelton DA, Dinan-Young S, Masud T, Morris RW, Griffin M, et al. Reducing falls among older people in general practice: The ProAct65+ exercise intervention trial. Arch Gerontol Geriatr. 2016;67:46-54. DOI: https://doi.org/10.1016/j.archger.2016.06.019

Okubo Y, Osuka Y, Jung S, Rafael F, Tsujimoto T, Aiba T, et al. Walking can be more effective than balance training in fall prevention among community-dwelling older adults. Geriatr Gerontol Int. 2016;16(1):118-25. DOI: 10.1111/ggi.12444 DOI: https://doi.org/10.1111/ggi.12444

Wurzer B, Waters DL, Hale LA, Leon de la Barra S. Long-term participation in peer-led fall prevention classes predicts lower fall incidence. Arch Phys Med Rehabil. 2014;95(6):1060-6. DOI: 10.1016/j.apmr.2014.01.018 DOI: https://doi.org/10.1016/j.apmr.2014.01.018

Sherrington C, Michaleff ZA, Fairhall N, Paul SS, Tiedemann A, Whitney J, et al. Exercise to prevent falls in older adults: an updated systematic review and meta-analysis. Br J Sports Med. 2017;51(24):1750-8. DOI: 10.1136/bjsports-2016-096547 DOI: https://doi.org/10.1136/bjsports-2016-096547

Downloads

Publicado

2018-02-08

Como Citar

1.
Bento JR, Sousa ND. Exercício físico na prevenção de quedas do idoso da comunidade: revisão baseada na evidência. Rev Bras Med Fam Comunidade [Internet]. 8º de fevereiro de 2018 [citado 16º de maio de 2022];12(39):1-11. Disponível em: https://rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/1658

Edição

Seção

Artigos de Revisão Clínica

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.