Das sílabas às rimas

a arte na formação médica

Autores

  • Layla Calazans Müller Secretária Municipal de Saúde de Manaus – Manaus (AM), Brasil. https://orcid.org/0000-0002-7528-1199
  • Caroline Mota de Souza Escola de Saúde Pública de Manaus – Manaus (AM), Brasil. https://orcid.org/0009-0008-1627-6219
  • Ezequiel Fernandes da Costa Neto Secretária Municipal de Saúde de Manaus – Manaus (AM), Brasil. https://orcid.org/0009-0004-6907-0151
  • Angélica Karlla Marques Dias Secretária de Educação de Manaus – Manaus (AM), Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.5712/rbmfc18(45)3807

Palavras-chave:

Educação médica, Artes, Medicina de família e comunidade, Aprendizagem.

Resumo

Problema: A educação médica tradicional pautada no modelo biomédico cartesiano, apesar dos avanços tecnológicos, vem sendo questionada em razão de sua limitação perante as incertezas e complexidades inerentes à saúde humana e a atenção primária à saúde. Com base em evidências da limitação do uso estrito da medicina clássica flexneriana na educação médica, este trabalho buscou apresentar a arte como ferramenta alternativa de ensino na graduação de Medicina. Método: Para atingir esse objetivo, utilizou-se a revisão de literatura narrativa e o relato de experiência, de modo a demonstrar e analisar o uso das artes durante o módulo de atenção primária à saúde do internato de medicina, vivenciado no campo de prática e sob orientação do médico residente de Medicina de Família e Comunidade. Resultados: Com esta pesquisa, discutiram-se as possíveis contribuições do uso das artes para a formação médica, como também se procurou estimular o uso de formas alternativas de educação com base na apresentação do uso prático delas, na rotina diária, da interação entre graduação de Medicina e residência de MFC. Conclusão: Dessa forma, o uso da arte contribuiu para a consolidação de conhecimentos técnicos, habilidades e atitudes dos estudantes de Medicina relacionados ao cuidado integral à saúde, à empatia e ao vínculo médico-pessoa. Além disso, proporcionou evolução pessoal e profissional ao preceptor do módulo, baseada em reflexões sobre o processo de aprendizagem, métodos alternativos de educação com foco no cuidado da pessoa e na relação médico-paciente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Caroline Mota de Souza, Escola de Saúde Pública de Manaus – Manaus (AM), Brasil.

CV: http://lattes.cnpq.br/1274314896386033

Ezequiel Fernandes da Costa Neto, Secretária Municipal de Saúde de Manaus – Manaus (AM), Brasil.

CV: http://lattes.cnpq.br/0330400416827570

Angélica Karlla Marques Dias, Secretária de Educação de Manaus – Manaus (AM), Brasil.

CV: http://lattes.cnpq.br/3840512324013266

Referências

Glik S. Domesticidade, medo e consumo: a Espanha franquista e o American Way of Life nas páginas de Seleções. Tempo e Argumento 2010;2(1):221-46

Gusso G, Lopes JMC, Dias LC. Capítulo 15: consulta e abordagem centrada na pessoa. In: Gusso G, Lopes JMC, Dias LC. Tratado de Medicina de Família e Comunidade: princípios, formação e prática. 2a ed. Porto Alegre: Artmed; 2019. p. 473-508.

Claro LBL, Mendes AAA. Uma experiência do uso de narrativas na formação de estudantes de Medicina. Interface Comun Saúde Educ 2018;22(65):621-30. https://doi.org/10.1590/1807-57622016.0850 DOI: https://doi.org/10.1590/1807-57622016.0850

Telio S, Ajjawi R, Regehr G. The “educational alliance” as a framework for reconceptualizing feedback in medical education. Acad Med 2015;90(5):609-14. https://doi.org/10.1097/ACM.0000000000000560 DOI: https://doi.org/10.1097/ACM.0000000000000560

Mairot LTS, Costa BBG, Heringer TPM, Borges RC, Moura EP. As artes na educação médica: revisão sistemática da literatura. Rev Bras Educ Med 2019;43(4):54-64. https://doi.org/10.1590/1981-52712015v43n4RB20180146 DOI: https://doi.org/10.1590/1981-52712015v43n4rb20180146

Rodrigues RNL, Souza LJ, Treviso VC. Arte-educação: a relevância da arte no processo de ensino e aprendizagem. Cadernos de Educação: Ensino e Sociedade 2017;4(1):114-26

Cordeiro AM, Oliveira GM, Rentería JM, Guimarães CA. Revisão sistemática: uma revisão narrativa. Rev Col Bras Cir 2007;34(6):428-31. https://doi.org/10.1590/S0100-69912007000600012 DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-69912007000600012

Gusso G, Lopes JMC, Dias LC. Capítulo 54: ensino de medicina de família e comunidade na graduação. In: Gusso G, Lopes JMC, Dias LC. Tratado de Medicina de Família e Comunidade: princípios, formação e prática. 2a ed. Porto Alegre: Artmed; 2019. p. 1363-84.

Stewart M, Brown JB, Weston WW, McWhinney IR, McWilliam CL, Freeman TR, et al. Medicina centrada na pessoa: transformando o método clínico. 3a edição. Porto Alegre: Artmed; 2017

Hegenberg L. Doença: um estudo filosófico. Rio de Janeiro: Editora FIOCRUZ; 1998 DOI: https://doi.org/10.7476/9788575412589

Medeiros MS, Barreto DMS, Sampaio R, Alves BCFB, Albino DCM, Fernandes IL. A arte como estratégia de coping em tempos de pandemia. Rev Bras Educ Med 2020;44(Suppl 1):e0130. https://doi.org/10.1590/1981-5271v44.supl.1-20200354 DOI: https://doi.org/10.1590/1981-5271v44.supl.1-20200354

Camargo JLM. Contribuições da arte para o desenvolvimento do indivíduo : uma pesquisa bibliográfica [trabalho de conclusão de curso]. Brasília: Universidade de Brasília; 2018.

Arjmand S. The use of narrative in medical education. J Learn Arts 2012;8(1). https://doi.org/10.21977/D9812656 DOI: https://doi.org/10.21977/D9812656

Silva LGMS, Takenami I, Palácio MAV. A abordagem da medicina narrativa no processo de ensino-aprendizagem nas graduações das profissões da saúde. Rev Bras Educ Méd 2022;46(2):e063. https://doi.org/10.1590/1981-5271v46.2-20210202 DOI: https://doi.org/10.1590/1981-5271v46.2-20210202

Van Winkle LJ, Robson C, Chandar N, Green JM, Viselli SM, Donovan K. Use of poems written by physicians to elicit critical reflection by students in a medical biochemistry course. J Learn Arts 2011;7(1). DOI: https://doi.org/10.21977/D97110010

Soares RS, Oliveira FP, Melo Neto AJ, Barreto DS, Carvalho ALB, Sampaio J, et al. Residência em medicina de família e comunidade: construindo redes de aprendizagens no SUS. Rev Bras Med Fam Comunidade 2018;13(40):1-8 DOI: https://doi.org/10.5712/rbmfc13(40)1629

Boaventura LCS, Lins MM, Cavalcante FGL, Sá GRAF. A consolidação da Residência em Medicina de Família e Comunidade da SEMSA-Manaus. In: Anais do 15o Congresso Brasileiro de Medicina da Família e Comunidade; 2019; Campinas: Galoá. Disponível em: https://proceedings.science/cbmfc-2019/trabalhos/a-consolidacao-da-residencia-em-medicina-de-familia-e-comunidade-da-semsa-manaus?lang=pt-br

Angeloni MT. Comunicação nas organizações da era do conhecimento. São Paulo: Atlas; 2010

Rodrigues CSS. As possibilidades e o processo do desenho na arte contemporânea [trabalho de conclusão de curso]. Criciúma: Universidade do Extremo Sul Catarinense; 2011

Soares AC. História da arte. 1a ed. Sobral: INTA; 2017 DOI: https://doi.org/10.24978/mod.v1i3.867

Laakkonen J. Drawing in veterinary anatomy education: what do students use it for? Anat Sci Educ 2021;14(6):799-807. https://doi.org/10.1002/ase.2030 DOI: https://doi.org/10.1002/ase.2030

Greene SJ. The use and effectiveness of interactive progressive drawing in anatomy education. Anat Sci Educ 2018;11(5):445-60. https://doi.org/10.1002/ase.1784 DOI: https://doi.org/10.1002/ase.1784

Fernandes JM. A enunciação na encenação teatral. Estudos Semióticos 2006;(2). https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2006.49164 DOI: https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2006.49164

Costa TNM, Araújo AVS de, Maués CR, Esteves DS, Melo EM, Macedo ÉMCKC de, et al. Teatralização e a educação médica: a experiência em uma oficina. 1a ed. Ananindeua: Editora Itacaiúnas; 2021 DOI: https://doi.org/10.36599/itac-ed1.114

Franco CAGS, Franco RS, Santos VM, Uiema LA, Mendonça NB, Casanova AP, et al. OSCE para competências de comunicação clínica e profissionalismo: relato de experiência e meta-avaliação. Rev Bras Educ Med 2015;39(3):433-41. https://doi.org/10.1590/1981-52712015v39n3e02832014 DOI: https://doi.org/10.1590/1981-52712015v39n3e02832014

Freud S. Princípios básicos da psicanálise. In: Freud S. Obras completas: Observações psicanalíticas sobre um caso de paranoia relatado em autobiografia [o caso Schreber] artigos sobre técnica e outros textos [1911–1913]. Tradução Paulo César de Souza [Internet]. Rio de Janeiro: Obras completas; 1915. p. 205-23. [acessado em 17 jun. 2022]. Disponível em: http://www.lotuspsicanalise.com.br/biblioteca/Freud_Sigmund_caso-Schereber.pdf

Cruz DA. A psicologia e suas interfaces no campo social. Guarujá: Editora Científica Digital; 2020. https://doi.org/10.37885/978-65-87196-40-4 DOI: https://doi.org/10.37885/978-65-87196-40-4

Rangel JNM. Leitura na escola: espaço para gostar de ler. 1a edição. Porto Alegre: Editora Mediação; 2006.

Santos TA. O uso da poesia como instrumento facilitador no desenvolvimento da leitura nos anos iniciais do ensino fundamental [trabalho de conclusão de curso]. São Bento: Universidade Federal da Paraíba; 2013

Shapiro J, Morrison E, Boker J. Teaching empathy to first year medical students: evaluation of an elective literature and medicine course. Educ Health (Abingdon) 2004;17(1):73-84. https://doi.org/10.1080/13576280310001656196 DOI: https://doi.org/10.1080/13576280310001656196

Pazin Filho A. Características do aprendizado do adulto. Medicina (Ribeirão Preto) 2007;40(1):7-16. https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v40i1p7-16 DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v40i1p7-16

Downloads

Publicado

2023-12-05

Como Citar

1.
Müller LC, Souza CM de, Costa Neto EF da, Dias AKM. Das sílabas às rimas: a arte na formação médica. Rev Bras Med Fam Comunidade [Internet]. 5º de dezembro de 2023 [citado 20º de fevereiro de 2024];18(45):3807. Disponível em: https://rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/3807

Edição

Seção

Especial Residência Médica

Plaudit